Caixa Econômica Federal abre concurso com 1.100 vagas para Muriaé e outras cidades da Zona da Mata

A Caixa Econômica Federal lançou nessa sexta-feira (10) o edital de um concurso exclusivo para pessoas com deficiência (PcD).

São oferecidas mil vagas para o cargo de técnico bancário novo, de nível médio, com remuneração inicial de R$ 3 mil. As inscrições já estão abertas no site da Cesgranrio e vão até o dia 27 de setembro.

Na Zona da Mata e Campo das Vertentes as vagas são para as seguintes cidades: Além Paraíba, Barbacena, Bicas, Carandaí, Carangola, Cataguases, Divino, Espera Feliz, Juiz de Fora, Leopoldina, Lima Duarte, Matias Barbosa, Muriaé, Pirapetinga, Santos Dumont, São João del Rei e São João Nepomuceno. Para todo o Estado são 50 vagas imediatas e 5 de reserva.

Entre as atividades do técnico bancário estão prestar atendimento ao público, realizar negócios e comercializar produtos e serviços; identificar clientes, verificando a autenticidade de documentos, assinaturas e impressões digitais; efetuar atividades administrativas e operações bancárias, utilizando equipamentos e ferramentas tecnológicas; e elaborar, redigir e conferir documentos e correspondências em geral.

A aplicação da prova está prevista para 31 de outubro. O edital e demais comunicados também estão disponíveis na página da organizadora do processo seletivo.

De acordo com o banco, além das mil vagas para contratação imediata, o edital prevê a formação de cadastro reserva. O candidato pode optar por trabalhar na rede de agências ou na área de tecnologia da informação (TI) da Caixa.

Além do salário, os benefícios oferecidos aos empregados do banco incluem participação nos lucros, plano de saúde, plano de previdência complementar, auxílio refeição e alimentação, vale transporte e auxílio creche. Segundo a Caixa, também há diversas ações de capacitação e oportunidades para ascensão e desenvolvimento profissional.

O banco tem hoje cerca de 3,5 mil empregados PcD. “Em 2019, a atual gestão assumiu com 1,5% de vagas ocupadas por esse público. Atualmente, 4,12% dos empregados do banco são PcD, o que representa a maior ação de inclusão da história da Caixa”, destacou a instituição em comunicado.

Fonte: Agência Brasil


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo