Casal morre após carro cair dentro de rio em Barbacena

Um casal morreu após o carro em que eles estavam cair no Rio Elvas, na tarde dessa quarta-feira (2), na zona rural de Barbacena, no Campo das Vertentes.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 17h a comparecer ao distrito de Padre Brito, mais precisamente na comunidade de Aroeiras.

Testemunhas relataram que um Volkswagen Gol seguia por uma estrada vicinal, quando atravessava uma ponte de madeira veio a cair nas águas do Rio Elvas.

No local, os militares verificaram que as águas estavam turvas, barrentas e com forte correnteza. Através de mergulho, em pouco tempo o veículo foi encontrado.

O carro, licenciado em Barbacena, estava a cerca de três metros de profundidade e com as rodas para cima, distante aproximadamente 10 metros do local da queda.

Os Bombeiros efetuaram as devidas amarrações e com o auxílio de um trator retiraram parcialmente o veículo das águas, sendo verificado que o mesmo estava com muita água e apesar dos vidros fumês, conseguiram visualizar o corpo de um homem no banco da frente.

O veículo estava com o teto completamente amassado e quando obtiveram êxito em abrir as portas do veículo, encontraram também o corpo de uma mulher, ambos já sem vida.

Não foram encontrados documentos e/ou pertences dentro do veículo, mas moradores da localidade ajudaram na identificação dos corpos do astrônomo Loloano Claudionor da Silva, de aproximadamente 25 anos, e da professora Marcelle Araújo, de cerca de 20 anos.

Após perícia, os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal.

A Polícia Militar assumiu o registro da ocorrência.

Grande perda para a astronomia

Loloano era natural de Barbacena, mas residia na cidade do Rio de Janeiro. Ele era considerado uma das jovens mentes brilhantes da astronomia.

Atualmente, vinha se interessando por epistemologia, cognição e divulgação científica. Participou do programa de extensão universitária “Astros a serviço das ciências”, do Observatório do Valongo (UFRJ) e participou como monitor no projeto Ciência Móvel do Museu da Vida/FIOCRUZ, além de ser bolsista na mesma instituição, trabalhando com estudos de público.

Era membro do Clube de Astronomia Amadora NGC-51, coordenador voluntário das atividade de divulgação da astronomia no Espaço Ciência Viva (ECV), coordenador das atividades do Planetário nas Escolas, do Museu da Vida, coordenador local (brasileiro) do Programa Mars Aademy / Ad Astra Academy (Brasil) e membro do Comitê Nacional de Divulgação do Office for Astronomy Outreach da União Astronômica Internacional (NOC-IAU).

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo