Home / Notícias / Região / Cataguases registra o segundo homicídio do ano

Cataguases registra o segundo homicídio do ano

Um homem de 30 anos foi assassinado, na noite dessa quinta-feira (31), no bairro Santa Clara, em Cataguases.

O crime ocorreu, por volta das 22h, na Rua Milton Ventura Marinho. A vítima foi identificada como Humberto Carrara de Araújo, 38 anos. A perícia da Polícia Civil esteve no local e constatou que a vítima foi atingida provavelmente por um machado ou foice.

Ao lado do corpo, foi encontrado um simulacro de arma de fogo e uma caixa com uma bomba, conhecida popularmente como “cabeça de nego”, que ele estaria usando para assustar possíveis desafetos, conforme revelou o tenente Marinato.




De acordo com o oficial, Humberto vinha apresentando um comportamento diferente nos últimos meses e se envolveu em algumas ocorrências policiais, inclusive fugiu da polícia recentemente. Segundo o tenente Marinato, ele também foi alvo de uma tentativa de homicídio no dia 04 de novembro de 2018, quando foi alvejado em uma das mãos. Recentemente, Humberto estava mais agitado e chegou a ameaçar algumas pessoas.

No começo da noite de ontem, a Polícia Militar foi acionada para atender mais um chamado em que ele foi o protagonista. Humberto foi até uma padaria próxima a antiga estação ferroviária onde comprou créditos para o seu celular, mas voltou ao local minutos depois reclamando que seu saldo não fora atualizado porque não conseguia efetuar ligações.

O dono do comércio mostrou à ele o comprovante de que a operação foi bem sucedida, mas ele se revoltou com a resposta e bateu com a mão sobre o balcão de vidro que se quebrou saindo de lá em seguida. Sua carteira com os documentos, no entanto, ficou sobre o móvel, o que permitiu a PM registrar a ocorrência de dano causado no estabelecimento. Enquanto terminava este serviço, chegou a informação de um homicídio. A equipe policial se deslocou até lá e ao chegar encontrou Humberto já sem vida.




Durante diligências, a PM prendeu um dos suspeitos, de 52 anos. Ele alegou que Humberto estaria indo até à casa dele nos últimos dias para ameaçá-lo e hoje voltou, começou a chutar o portão, gritar e dizer que estava armado. Os dois entraram em luta corporal, quando foi atingido por golpes com o simulacro de arma de fogo e que também acertou a vítima, mas que outras pessoas também o agrediram.

A PM ainda procura outro suspeito que teria participado do crime.

Este foi o segundo homicídio do ano em Cataguases.

Fonte: Marcelo Lopes

Confira também

Jovem morre e outro fica ferido em acidente na BR-116

Um jovem de 26 anos morreu em um acidente, na tarde desse sábado (16), no …

Um comentário

  1. Marluce Andrade Henriques

    Chocada se ele não era assim deve ser deve ter surtado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *