Criança emociona e vira exemplo ao dar carinho e afeto para idosa de 100 anos

Em Leopoldina o respeito e o carinho de um menino de apenas 10 anos por uma senhora de 100 anos de idade, portadora de Alzheimer, emocionaram os filhos e demais familiares da idosa.

Theylon é filho de Ana Cláudia dos Santos Venâncio, 33 anos, que trabalha como cuidadora da senhora Maria Aparecida Pacheco Rayol.

A idosa vive com dois de seus três filhos, Paulo Roberto Pacheco Rayol e José Heleno Pacheco Rayol em residência localizada na esquina da Praça da Bandeira com a Rua Benedito Valadares. Sua outra filha, Regina Célia Rayol Lima é casada com Lund Minelli Lima e também reside naquela região da cidade.

Os primeiros sintomas do Alzheimer em Dona Maria Aparecida foram detectados em 2010, conforme explicaram seus filhos. “Em relação ao estado de saúde da nossa mãe o único problema é o Alzheimer”, esclareceu a filha Regina.

Segundo relato da família da idosa, quando Theylon acompanha sua mãe ao trabalho e visita Dona Maria Aparecida é impossível não se emocionar com aquela lição de vida, gesto que se repete todas as vezes que o garoto acompanha sua mãe até o trabalho e tem a oportunidade de estar com a “vovó Maria Aparecida”, como é chamada por ele. “Sinto uma grande felicidade quando posso ajudar a vovó”, conta Theylon, ainda meio encabulado pela presença da câmera fotográfica da reportagem.

Imagens gravadas pela família da idosa revelam o momento em que Theylon cuida dos cabelos de Dona Maria Aparecida. “Percebi que ela estava carente e resolvi pentear o cabelo dela, ajudar de alguma forma”, explicou o menino, junto de sua mãe e de Dona Maria Aparecida.

A mãe de Theylon e de Ana Laura, de 5 anos, disse que começou a trabalhar com a família para ajudar os irmãos como cuidadora da idosa. De vez em quando o filho ia com ela para o serviço e ele a observava penteando Dona Maria Aparecida. Aí ele também quis penteá-la e a partir daí demonstrou um carinho muito grande por ela. “Carinho que Dona Maria Aparecida sente, porque se ela estivesse incomodada ela diria pra parar”, justificou Ana Cláudia.

Neste momento a vovó, sempre cabisbaixa, coloca suas mãos sobre as pequenas mãos de Theylon e demonstra serenidade, como se tivesse encontrado o apoio que precisava. O momento bonito registrado pelo Jornal O Vigilante Online também foi testemunhado pelos filhos, que revelam gostar das atitudes atenciosas e afetuosa de Theylon.

“É muito emocionante. Ver uma criança como o Theylon, ver como ele tem carinho pela nossa mãe, que ele considera sua vovó”, disse Regina. “O carinho passou da mãe para os filhos, porque tanto o Theylon quanto a irmã dele, Ana Laura, de 5 anos, têm um carinho muito grande pela nossa mãe”, observou Paulinho. Para José Heleno, “Deus mandou essa jovem”, referindo-se à mãe da criança, “para ajudar-nos a cuidar da mamãe. Theylon tem um carinho espontâneo, muito bonito”, declarou.

Aluno da Tia Eva, na 5ª série do CAIC no Bairro Eldorado, neste período sem aulas presenciais Theylon vai com mais frequência visitar sua vovó e seus filhos, acompanhando sua mãe. Solicitado a deixar uma mensagem para outras crianças, Theylon fez um pedido: “Se vocês conhecerem alguém como a vovó, deem carinho. Quem dá carinho fica feliz”, concluiu o menino.

“Vovó Maria Aparecida” tem 2 netos, Thiago e Ludmilla e 4 bisnetos – Pedro e Maria Flor – filhos de Ludmilla, Maria Cecília – filha de Thiago com sua primeira esposa, Michelle, e Isabella, filha de Thiago com sua esposa Adália. Ludmilla é casada com Ricardo.

Nota da redação: Essa matéria, feita pelo Jornal O Vigilante Online, é uma homenagem da família pelos 101 anos de Dona Maria Aparecida, que serão comemorados em dezembro.

Fonte: Jornal O Vigilante


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo