Defesa Civil discute ações de prevenção em Itaperuna e Laje do Muriaé

Defesa Civil discute ações de prevenção no Noroeste do RJ

Na segunda-feira (1), representantes da Defesa Civil do Noroeste se reuniram para discutir ações de emergência em caso de enchentes e deslizamentos. A preocupação é com a falta de estrutura para os serviços de prevenção e atendimento à população. Em Laje do Muriaé, por exemplo, a Defesa Civil foi desativada porque não há equipamentos e pessoal. A cidade tem cerca de 10 mil habitantes e sofre com as enchentes.

Em 2012, o Rio Muriaé ficou três metros acima do nível normal e 2.500 pessoas precisaram deixar suas casas. Um em cada quatro moradores do município sofreu com a inundação. Laje do Muriaé tem 54 pontos considerados áreas de risco, e não possui nenhum representante da Defesa Civil.

Em caso de cheia do rio, os moradores acionam a Coordenadoria Regional que fica em Itaperuna, a 35 Km de distância. O prefeito da cidade garante que até junho o órgão vai funcionar plenamente. Até lá, a situação fica a cargo dos agentes da Guarda Municipal.

Assista a reportagem da Inter TV:

Fonte: Inter TV


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo