Dois homens são presos em Minas Gerais vendendo gasolina a R$ 15 o litro



Dois homens foram presos, no último sábado (26), pelo crime de estocagem irregular de combustíveis. O caso aconteceu em Paracatu, no Noroeste de Minas.

A Polícia Civil recebeu denúncia anônima de que um indivíduo estaria comercializando combustível de forma irregular em sua residência, no bairro Bela Vista. Segundo a denúncia, ele estava anunciando o produto em redes sociais, oferecendo gasolina pelo valor de R$ 15 o litro.

Com o apoio da Polícia Militar, os policiais foram até o local averiguar a denúncia. Logo na chegada das equipes, um homem foi visto saindo da casa com uma garrafa pet de dois litros cheia de gasolina. Questionado onde tinha adquirido o combustível, relatou que comprou no imóvel de onde estava saindo.




Durante vistoria na garagem da residência, foi encontrado, na carroceria de uma caminhonete, um recipiente contendo aproximadamente 700 litros de gasolina, além de três galões de 20 litros parcialmente cheios com o mesmo combustível.

O dono da casa negou que estivesse comercializando combustível no local. Pouco depois chegou o proprietário do combustível, que alegou possuir nota fiscal da compra da gasolina. Ele afirmou que não sabia que seu irmão estava vendendo o combustível no local.

Os policiais apreenderam um aparelho celular com diversas mensagens e áudios sobre o comércio ilegal de combustível.

Os autores foram presos e conduzidos a Delegacia de Polícia. O veículo e o combustível foram apreendidos.

Estocagem irregular de combustíveis é crime inafiançável e prevê pena de um a cinco anos de detenção.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.