Home / Notícias / Região / Embriaguez pode ter causado acidente fatal na estrada de Santana de Cataguases

Embriaguez pode ter causado acidente fatal na estrada de Santana de Cataguases

Embriaguez pode ter causado acidente fatal na estrada de Santana de Cataguases

Um acidente na estrada que liga Cataguases a Santana de Cataguases ocorrido na madrugada deste sábado, 14, provocou a morte de José Carlos de Paula Fernandes, mais conhecido como Dedé, de 29 anos de idade. Segundo o Boletim de Ocorrência o condutor do veículo Voyage, placa KWR 4226, Carlos Henrique Cardoso, de 37 anos de idade, contou que trafegava sentido Cataguases quando viu uma motocicleta parada na pista e que após frear não conseguiu parar o carro antes de atingir a moto. Com a colisão, Dedé, que sofrera ferimentos graves, faleceu poucos minutos depois ainda no local do acidente.




A perícia técnica foi acionada e esteve no local e, em seguida, os policiais militares sediados em Cataguases durante o diálogo mantido com Carlos Henrique para obter informações sobre o acidente, perceberam nele um forte hálito de álcool, mas como não traziam consigo o Etilômetro (o popular bafômetro), perguntaram-lhe se havia ingerido bebida alcóolica e receberam uma resposta afirmativa acrescentando ainda ter bebido na Exposição que é realizada em Santana de Cataguases. Ele, então, foi encaminhado para o Posto Avançado da Polícia Militar em Cataguases, ao lado do Pronto Socorro Municipal, e lá, seis horas após o acidente, o Etilômetro foi disponibilizado e após fazer o teste que apresentou, 0,36 gramas de álcool por litro de ar expirado o que equivale a 07 DG/L, de álcool por litro de sangue. A legislação limita o uso de álcool para quem vai dirigir em 0,2 grama de álcool por litro de sangue.

Com o resultado do Bafômetro Carlos Henrique foi preso em flagrante delito por embriaguez ao volante com vítima fatal. O Voyage foi recolhido ao pátio do Auto Socorro Dois Irmãos, cujos documentos foram apreendidos bem como a Carteira de Habilitação de Carlos. A motocicleta em que estava Dedé, uma Honda CG 150, placa HDX 4834, também foi levada ao Pátio Dois Irmãos porque não estava com a documentação em dia.

Dedé, era cabeleireiro e filho de Marta Ernestina de Paula e de José Martins Fernandes, moradores do Bairro Pouso Alegre, onde seu corpo está sendo velado. Seu sepultamento será neste domingo, 15, às 9 horas, no Cemitério São José, em Cataguases.




Fonte: Marcelo Lopes

Confira também

Polícia Civil incinera cerca de uma tonelada de drogas em Ubá

Na manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Civil de Minas Gerais incinerou, em Ubá, aproximadamente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *