Emoção: irmãs se encontram depois de quase 60 anos

Separadas desde 1965, as irmãs Conceição Américo e Maria Luiza se reencontram após longos anos de procura. O emocionante reencontro aconteceu na tarde de quarta-feira, 05/05, no bairro Santa Luzia, em Manhuaçu.

As irmãs se separam há mais de 55 anos, quando Conceição se casou e a irmã mais nova, Maria Luzia foi embora para o estado do Paraná. “Eu fiquei muito triste quando ela foi embora, éramos só nos duas de mulher em casa, meus outros irmãos eram todos homens e quando me casei ela se mudou e desde então, não tivemos mais contato”, disse dona Conceição.

Quando Conceição completou 80 anos os filhos tentaram localizar a tia, mas sem sucesso.

“Na época a Doutora Luján Pinheiro ainda era delegada aqui em Manhuaçu e buscamos no sistema da Polícia Civil de Minas Gerais e até de outros estados, buscamos nós cartórios eleitorais e mesmo com toda ajuda e recursos a procura foi em vão, pois minha tia havia mudado de nome, assumindo o sobrenome de casada”, explica Elizabeth, umas das filhas de Dona Conceição.

Da mesma forma Maria Luzia buscava informações sobre a irmã e com a ajuda de um neto escreveu uma carta para um endereço que ele achou na internet, mas como não tinha certeza se a irmã de sua avó morava na casa, mandou apenas destinada ao morador da casa.

“Quando essa carta chegou, foi o meu neto mais velho que abriu e me disse: “Vó se a carta não for pra gente, nós procuramos e dono e a entregamos. Quando ele abriu, a surpresa, ele me disse vó, são os parentes da senhora e foi uma alegria muito grande, até agora eu me emociono”, relata Dona Conceição.

Mesmo com as restrições causadas pelo novo coronavírus foi impossível evitar o abraço esperado por quase 60 anos.

Maria Luzia veio acompanhada dos dois filhos mais velhos e irão passar alguns dias em Manhuaçu. Aqui já conheceram os vários sobrinhos e sobrinhas e ainda outros netos chegaram do estado do Mato Grosso para passar o fim de semana com a família em Manhuaçu.

Fonte: Jailton Pereira / Portal Caparaó


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo