Energisa abre 60 vagas de estágio em Cataguases

Estudante de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de São João Del-Rei, Rodrigo Sales de Lima, estagiário de curso superior na Energisa, conta que fazer estágio em uma empresa reconhecida era um dos seus objetivos.

“Estou vivendo e aprendendo tudo o que queria e sonhava para o meu crescimento profissional. Aqui na Energisa, estou tendo a oportunidade de ter o contato prático. E está valendo a pena por muitos motivos: empresa com ambiente colaborativo e gestores com vontade de ensinar, contribuindo para uma visão mais ampla da atividade, além de me fazer sentir parte da empresa”, conta Rodrigo que está na Energisa desde agosto do ano passado.

E para quem pensa como o Rodrigo, o Grupo Energisa está com inscrições abertas em seu programa de estágio em 10 estados. Em Minas Gerais, são 60 vagas para a cidade de Cataguases. As oportunidades são voltadas para nível técnico e superior nas áreas como Administração, Direito, Engenharia, Estatística, Matemática e Física.

As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de fevereiro no link https://jobs.kenoby.com/estagioenergisa/.

“Estamos em busca de candidatos criativos para que possamos desenvolver novos talentos. Acreditamos que esta é uma grande oportunidade considerando todos os desafios enfrentados por jovens durante a pandemia. Queremos ser a porta de entrada deles para o mercado de trabalho e, por isso, decidimos oferecer este ano o maior programa da história da Energisa, uma empresa completa de energia, com foco em inovação, sustentabilidade e qualidade no atendimento ao cliente”, afirma Antonio Negreiros, diretor de Recursos Humanos do grupo.

O programa de estágio tem duração de 12 meses, sendo possível renovação por mais 12 meses para os estagiários das vagas de nível superior. A Energisa oferece remuneração compatível com o mercado, incluindo vale-transporte e seguro de vida.

Além disso, após o período de contrato, o estagiário tem chance de ser contratado como o foi o caso do técnico de Distribuição Carlos Augusto Guerson. Ele entrou na Energisa em 2018 como estagiário do curso de Eletromecânica do CEFET. “Foi minha primeira experiência profissional.

Uma oportunidade de aprender, acumular experiência e vivência, o que me permitiu participar de um processo seletivo de uma empresa terceirizada, que presta serviços para a Energisa”. Mas Carlos queria continuar na Energisa e surgiu uma vaga no mesmo departamento onde já tinha feito o estágio. “Participei do processo de seleção, entrei como assistente administrativo e ano passado assumi o cargo de técnico. Mais um passo na minha carreira e estou feliz’, conta ele que está cursando Engenharia Elétrica.

Fonte: Jornal O Vigilante Online


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo