Estudante ateia fogo em sala de aula e esfaqueia três colegas em escola no interior de MG

Colégio teve reforço policial horas após aluno esfaquear três pessoas

Guia Muriaé no WhatsApp

Um episódio chocante ocorreu na noite dessa quarta-feira (20/3) em uma escola estadual na cidade de Salto da Divisa, situada no Vale do Jequitinhonha, no interior de Minas Gerais. Um estudante, de apenas 17 anos, causou pânico ao atear fogo em uma cortina e atacar três pessoas com uma faca.


Segundo relatos do diretor da instituição à Polícia Militar, a situação começou com uma briga no interior da escola. O diretor, ao investigar o ocorrido, encontrou o adolescente no hall de entrada, desferindo golpes de faca em si mesmo. Rapidamente, ele foi contido e levado para o hospital local, juntamente com as três vítimas dos ataques.

O jovem, munido com um isqueiro, iniciou o incêndio em uma das salas de aula antes de partir para o corredor com duas facas em mãos, onde agrediu três pessoas. Um adolescente de 16 anos foi atingido no pescoço, enquanto uma funcionária, de 42 anos, sofreu um corte nas costas que necessitou de quatro pontos. A terceira vítima, uma mulher de 45 anos, teve ferimentos leves nas costas.

Apesar do susto, as vítimas foram prontamente atendidas, medicadas e já receberam alta médica, todas passam bem de saúde. O agressor, por sua vez, também foi socorrido com lesões no pescoço e na mão direita, sendo diagnosticado com um quadro de perturbação mental.

Durante o atendimento, a psicóloga do município sugeriu que o jovem poderia estar sofrendo de uma grave esquizofrenia, dada a gravidade de seus atos e alegações. Em depoimento à polícia, o estudante revelou se sentir extremamente isolado e expressou a intenção de tirar a própria vida após o ataque.

A mãe do adolescente acompanhou toda a ocorrência e afirmou que o filho nunca demonstrou comportamentos tão extremos anteriormente. Ela relatou que a família se mudou para Salto da Divisa há três meses em busca de novas oportunidades, mas o rapaz vinha enfrentando dificuldades de adaptação e de encontrar emprego na nova cidade. A família, conhecida por ser parte ativa de uma igreja local, ficou abalada com o incidente.

A polícia realizou a apreensão de armas e objetos encontrados com o jovem, incluindo facas, um isqueiro e um frasco de álcool. A perícia foi acionada para investigar o caso em detalhes.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Estado de Minas

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp

Botão Voltar ao topo