Família de Simonésia segue sonho de produzir café especial

A pequena Sarah Souza, de sete anos, foi quem inspirou os pais Marcos Antônio Souza e Natália Souza, de Simonésia, a investirem a produção de cafés especiais.

Ao fazer um vídeo em que contava o seu desejo, a cafeicultora mirim viralizou na internet e na mídia nacional. O sonho da menina virou o sonho de toda a família que este ano trabalha para transformá-lo em realidade. A participação do casal no programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES é grande aliada nesse propósito.

O acompanhamento, começou há menos de um ano e a família já prepara os primeiros lotes. Sarah e a irmã Heloísa acompanham tudo e ajudam na colheita e separação do café que virou uma missão especial também para seus avós, tia e prima.

Com a orientação do técnico de campo Wanderlei Miranda, a família melhorou os cuidados com a lavoura fazendo adubação e poda corretas, construiu terreiros suspensos maiores e reformou as instalações para armazenamento adequado do café após beneficiamento.

“Eles recebem muito bem as novas propostas de gestão e com isso vemos uma melhoria técnica e econômica contínua. Estamos nos preparando para certificar a propriedade pelo Certifica Minas”, destacou Wanderlei.

Marcos e Natália também participaram de cursos do SENAR de Classificação e Degustação de Café e de Torra e afirmam que o conhecimento é essencial para avançar no sonho de fazer cafés de qualidade. “Com a chegada do ATeG mudamos para melhor. Vamos em busca de conhecimento para seguir o nosso sonho!”

Fonte: Senar


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo