Fisiculturista é presa acusada de ser fornecedora de drogas em Itaperuna e região

Foto: Adilson Ribeiro
O Ministério Público do Rio de Janeiro, em conjunto com as Polícias Civil de Militar, deflagrou nesta terça-feira (4) uma grande operação para dar cumprimento a 47 mandados de prisão e outros 47 mandados de busca e apreensão.

A operação Gólgota 2 visa desarticular uma organização criminosa que atuava no Estado do Rio de Janeiro. Até o momento, 39 mandados de prisão foram cumpridos, sendo 15 destes mandados são de acusados que já estão em presídios de Bangu e de Magé. Outras 24 pessoas foram presas na cidade de Itaperuna. Duas pessoas foram presas em flagrante com drogas.

Uma fisiculturista foi presa no bairro do Cachambi, no Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, ela tinha envolvimento com o chefe do tráfico de drogas em Itaperuna e se tornou fornecedora de drogas na região.

Ainda de acordo com a polícia, ela financiava a categoria de fisiculturismo com o dinheiro do tráfico de drogas.

A operação segue em andamento e um balanço deve ser divulgado ao término dos trabalhos.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre