Formatura do PROERD em São Francisco do Glória

“Hoje é dia de PROERD!”. Com esse grito de guerra, entoado por diversas crianças, o Prefeito de São Francisco do Glória, José Bissiati, o vice, Walace Ferreira, os oficiais da Polícia Militar e autoridades municipais prestigiaram, na última terça-feira (1º), a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD). O evento, que aconteceu no Salão da Escola Municipal Antônio Franco Laviola, contou também com a presença dos pais e familiares dos formandos, além do corpo docente e funcionários da escola.

Há oito anos em ação na cidade de São Francisco do Glória, o Programa ajuda a manter as crianças longe do mundo das drogas. “Foi muito bom o nosso trabalho, desde o primeiro ano de mandato estamos preocupados com nossas crianças, jovens e adolescentes, que estão começando a vida agora, em um mundo conturbado pela violência e tantos problemas. Que sejamos como o nosso mascote, o leão, forte. Para o enfrentamento das drogas temos de ter coragem, parabéns à Polícia Militar, em especial ao Sargento Eros e o Cabo Vidal, que aproximam esses estudantes do caminho certo”, conclui.

A Secretária Municipal de Educação, Julymar Martins, afirmou que conhecimentos como esse são para a vida inteira. “Estamos muito felizes em saber que os pais prestigiaram seus filhos, família é a base de tudo. Parabéns a todos os formandos, que são as sementes que plantamos e a maneira como cuidamos deles será importante no futuro. Quem participa torna-se um cidadão melhor”, disse a secretária.

Durante as aulas as crianças realizaram um trabalho que consistia em fazer uma redação, três delas escolhidas e seus autores, que foram homenageados. A cerimônia foi encerrada com um momento mágico, onde todos puderam ser fotografados com mascote, o leão Dare.

Sobre

O PROERD constitui uma forma de atuação da Polícia Militar voltada para a prevenção ao uso indevido de drogas, e às ações de violências entre os jovens. . As lições têm como objetivo o desenvolvimento da auto-estima, controle das tensões, civilidade, além de ensinar técnicas de autocontrole e resistência às pressões dos companheiros e às formas de oferecimento das drogas por pessoas estranhas ao convívio das crianças e adolescentes. O sucesso do programa depende de um perfeito entrosamento entre poder público, escola, família e polícia.

Fonte: PMSFG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo