Governo de Minas abre processo seletivo para vagas temporárias

Serão abertas no dia 22/40, inscrições para contratação de oito profissionais que irão atuar em ações de reparação e compensação dos danos provocados pelo rompimento da Barragem B1, da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, em janeiro de 2019.

O edital foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (15) e contempla vagas temporárias nas Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Desenvolvimento Econômico (Sede), Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) e Educação (SEE), com remuneração de até R$ 3,8 mil, mais benefícios.

As inscrições para o processo seletivo vão até 23h59 do dia 28/4, conforme horário de Brasília. A seleção dos profissionais é possível devido à celebração, em fevereiro deste ano, de um termo de acordo entre a Seplag, por meio do Comitê Gestor Pró-Brumadinho, e a Vale. Desta forma, os valores das contratações, incluindo encargos, acréscimos e demais vantagens, serão custeados pela mineradora.

Esse é o primeiro de seis editais que serão publicados em 2020. No decorrer do ano, ocorrerão seleções para cerca de 200 vagas temporárias também nas secretarias de Desenvolvimento Social (Sedese), Saúde (SES), Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Cultura e Turismo (Secult), além do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) e outras instituições e fundações vinculadas ao Estado.

Seleção

Os candidatos devem se inscrever neste link e fornecer as informações solicitadas, como cópias digitalizadas de diplomas, emitidos por instituições de ensino oficiais, de carteira de trabalho e de registro em conselho de classe, quando necessário.

Depois da inscrição no sistema, serão analisados os currículos e os títulos dos candidatos para habilitação, com caráter eliminatório, e pontuação conforme os critérios estabelecidos no edital. Os três candidatos com maior pontuação, por vaga, serão convocados para etapa de entrevista, que pode ser realizada por meio de videoconferência.

As vagas

Neste edital, estão contempladas oito vagas para exercício de atividades em Belo Horizonte. Veja abaixo as descrições e requisitos para as funções:

Sede (duas vagas)

Função: Analista de Políticas Públicas

Remuneração bruta: R$ 3.411,55 + vale alimentação de R$ 47 por dia trabalhado

Escolaridade: Ensino superior completo

Carga horária: 40 horas semanais, cumpridas diariamente

Atribuições: Apoio técnico à execução, acompanhamento, articulação e gestão das ações da secretaria no Comitê Gestor Pró-Brumadinho.

Pré-requisitos de formação: Curso superior em uma das seguintes áreas: Administração, Administração Pública; Gestão Pública; Economia, Arquitetura e Urbanismo e Engenharia.

SEE (duas vagas)

Função: Analista Educacional

Remuneração bruta: R$ 3.831,34 + vale alimentação de R$ 47 por dia trabalhado

Escolaridade: Ensino superior completo

Carga horária: 40 horas semanais, cumpridas diariamente

Atribuições: Apoio técnico à execução, acompanhamento, articulação e gestão das ações da secretaria no Comitê Gestor Pró-Brumadinho, com foco em: formulação, supervisão e avaliação de políticas públicas voltadas para Brumadinho e demais municípios da Bacia do Rio Paraopeba, entre outras.

Pré-requisitos de formação: Curso superior em uma das seguintes áreas: Administração Pública; Gestão Pública; Pedagogia (bacharelado ou licenciatura)

Seinfra (uma vaga)

Função: Analista de Políticas Públicas

Remuneração bruta: R$ 2.292,09 + ajuda de custo de R$ 90 por dia trabalhado

Escolaridade: Ensino superior completo

Carga horária: 40 horas semanais, cumpridas diariamente

Atribuições: Apoio técnico à execução, acompanhamento, articulação e gestão das ações da secretaria no Comitê Gestor Pró-Brumadinho

Pré-requisitos de formação: Curso superior em uma das seguintes áreas: Administração; Administração Pública; Gestão Pública.

Seplag (três vagas)

Função: Gestor Governamental

Remuneração bruta: R$ 2.292,09 + vale alimentação de R$ 47 por dia trabalhado

Escolaridade: Ensino superior completo

Carga horária: 40 horas semanais, cumpridas diariamente

Atribuições: Apoio técnico à execução, acompanhamento, articulação e gestão das ações da Coordenação do Comitê, incluindo relacionamento com os atores envolvidos, gestão da informação, gestão dos projetos e programas, acompanhamento e monitoramento das atividades do Poder Público Estadual, entre outras.

Pré-requisitos de formação: Curso superior em uma das seguintes áreas: Gestão Pública; Administração Pública; Ciências do Estado; Direito; Ciências Sociais.

Fonte: Agência Minas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre