Home / Notícias / Região / Homem bota fogo na casa de mulher que lhe devia dinheiro

Homem bota fogo na casa de mulher que lhe devia dinheiro

Um homem de 35 anos foi preso, na madrugada dessa quarta-feira (21), após colocar fogo na casa de uma mulher que lhe devia dinheiro. O caso aconteceu em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas.

Por volta das 2h, equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas a comparecer na Rua Maria Vieira, no bairro São Dimas, onde uma guarnição da Polícia Militar se encontrava de posse de um cidadão, que se apresentou aos policiais informando que havia ateado fogo em uma residência.

Imediatamente, os militares deslocaram com o acusado até o local citado, onde depararam com muita fumaça saindo de dentro do imóvel, já sendo acionado o Corpo de Bombeiros.




Para adentrar a residência, os socorristas tiveram que quebrar o cadeado do portão onde, através de uma janela, adentraram na casa que se encontrava em chamas, que atingia dois dos cinco cômodos da casa.

Rapidamente, as chamas foram controladas, sendo verificado pelos bombeiros que havia queimado uma cama, um colchão, um guarda-roupa de seis portas, uma banqueta, uma cadeira, roupas e pertences diversos.

A proprietária do imóvel, de 29 anos, não se encontrava na residência e segundo o homem, que se apresentou ser o autor do incêndio criminoso, o fato foi motivado por uma dívida que a moradora tinha com ele.




De acordo com o autor, mediante ao não pagamento, este se deslocou até casa da mulher para cobrar a suposta dívida. Como ela não se encontrava, ele pulou o muro, quebrou a vidraça e com o uso de um isqueiro ateou fogo em um colchão, vindo as chamas a se propagarem.

O autor foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia, onde foi apresentado a autoridade policial.




A perícia da Polícia Civil se fez presente e realizou os trabalhos de praxe, liberando o local.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

PM prende homem que matou a companheira em Ubá

Um jovem de 29 anos foi preso, na tarde desta quinta-feira (19), suspeito de ter …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *