Homem é preso por tentativa de homicídio ao jogar carro contra policial

Um homem de 33 anos foi preso, na tarde dessa quarta-feira (5), por tentativa de homicídio na região central de Viçosa. Ele é acusado de jogar um carro contra um 3º sargento da Polícia Militar de Minas Gerais.

O militar encontrava-se em atividade de fiscalização de trânsito quando avistou dois veículos estacionados de forma irregular em cima do passeio na Praça Silviano Brandão.

Ao aproximar-se constatou que em um dos veículos o motorista se encontrava embarcado, momento em que solicitou os documentos referenciados no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e adotou as medidas cabíveis.

Logo em seguida, iniciou a fiscalização de um Chevrolet Astra, cor preta, o qual se encontrava trancado. No momento em que confeccionava o auto de infração de trânsito, o proprietário do segundo veículo chegou e o policial solicitou os documentos de praxe.

O motorista entregou a sua CNH e afirmou que não tinha o documento do veículo e, dessa forma, o militar informou que iria consultar o sistema informatizado e verificar a situação do veículo em questão.

Ao consultar, o militar constatou que o veículo se encontra com licenciamento atrasado, ano 2017, e por esse motivo não iria liberar o veículo e fazer sua remoção, o proprietário do veículo rapidamente embarcou e disse em alto e bom som “Meu veículo você não leva”.

O policial acionou apoio de outra equipe e ao ouvir o pedido de apoio do militar, o proprietário do veículo, ora identificado como F.H.S., engatou marcha ré com o intuito de manobrar e evadir seguindo em frente.

Percebendo a intenção do condutor, o militar se posicionou na via e deu ordem para que parasse o carro e o condutor avançou a frente com o carro em direção ao militar chegando a atingir sua perna esquerda.

Ao perceber que o militar não iria desistir da abordagem, o autor novamente engatou marcha ré para ganhar distância e novamente seguindo em frente “jogou” o carro em direção do militar, atingindo novamente sua perna esquerda.

Temendo por sua integridade física, uma vez que o autor utilizava seu veículo como arma, o policial sacou sua arma e apontando em direção ao motorista e proferiu os seguintes dizeres: “Pare imediatamente seu carro, não avance em minha direção! Caso contrário, terei que fazer uso da minha arma de fogo”.

Ignorando a ordem, o condutor pisou bruscamente no acelerador, chegando a “zoar” o motor do veículo, dando a entender que iria partir em alta velocidade.

Não tendo outra opção e em defesa de sua integridade física o militar efetuou dois disparos com sua pistola, disparos esses que atingiram o para brisa do veículo, momento em que o autor desistiu de seu intento.

O autor ainda tentou evadir, dessa vez, seguindo em marcha ré, mas devido ao fluxo de trânsito e o apoio dos militares que chegaram logo em seguida, O motorista foi abordado e recebeu voz de prisão em flagrante delito por tentativa de homicídio contra o policial militar.

No momento da prisão, o autor resistiu à prisão, sendo necessário o uso de força física de membros (braços) para algemação, sendo informado de seus direitos constitucionais, mantida sua integridade física e moral.

O autor foi levado ao Hospital São Sebastião para exames, onde foi atendido pelo médico de plantão e, logo em seguida, liberado e conduzido até a Delegacia de Polícia para demais providencias.

Foi acionado a perícia técnica, que compareceu ao local. Também foi acionado o guincho credenciado que removeu o carro para o depósito.

O militar se queixava de dores na perna esquerda, porém dispensou atendimento médico.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre