Homem mata mulher, ri do crime e diz que queria ter cortado o pescoço dela

Uma mulher de 31 anos foi encontrada morta, na manhã desta terça-feira (25), em Patos de Minas, no Alto Parnaíba. Três pessoas foram presas por participação no homicídio.

O crime aconteceu no bairro Santa Terezinha, em uma residência abandonada que era usada para o consumo de drogas. Vizinhos contaram que ouviram gritos de uma mulher pedindo socorro e chamaram a polícia. Quando os militares chegaram, encontraram Amanda Silva Abreu já sem vida. Ela foi morta a facadas.

Durante rastreamento, a Polícia Militar prendeu um casal e apreendeu um adolescente. Foi apurado que o homem planejou o crime. Ele contou com a ajuda da namorada e do menor.

Após ser preso, o homem disse não estar arrependido do crime, chegando inclusive a rir e afirmar que queria ter cortado a cabeça da vítima. “Isso foi um serviço, tem que matar os ‘noiado’ tudo. Nós iamos era cortar o pescoço dela. Eu queria dar mais facada nela, mas não deu. Nós descobrimos onde ela estava dando pedra para outros ‘noiados'”, disse.

O mentor do crime disse que a vítima estava o importunando enquanto ele fumava maconha e ainda teria roubado sua bicicleta. “Eu perguntei se ela ia devolver minha bicicleta e ela falou que não. Então eu chamei o psicopata para matar a mulher”, relatou, se referindo ao adolescente.

Ele chegou a dar pedras de crack para usuários de droga que conviviam com a mulher e descobriu onde ela estava. Os três foram até a casa abandonada e, segundo relato do autor, a encontraram mantendo relações sexuais com outro usuário de drogas.

Eles mandaram o usuário de drogas sair e mataram a mulher. Ela chegou a implorar para não ser morta e disse ainda que estava grávida, mas os autores já estavam decididos em matá-la.

Os três foram detidos em flagrante e conduzidos a Delegacia de Polícia, onde o flagrante foi ratificado.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

Assista ao vídeo do autor do homicídio:

Fonte: Guia Muriaé, com informações de O Tempo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre