Investigação resulta em condenação para padrasto que molestou enteada desde os 9 anos de idade

A Polícia Civil de Minas Gerais, através dos Policiais da 31ª Delegacia de Polícia Civil de Abre Campo, realizaram a investigação referente a um caso de uma menor que desde 09 anos de idade vinha sofrendo abusos sexuais por parte do padrasto, fato ocorrido na cidade de Sericita e denunciado ao conselho tutelar em 19 de setembro de 2020, que registrou ocorrência junto a Polícia Militar.

Chegado à ocorrência a Polícia Civil, iniciou-se a investigação com coletas de indícios que culminou na prisão preventiva do autor, o qual foi preso na época.

O autor aguardou o julgamento do processo custodiado no presídio de Abre Campo, vindo na data de 23 de abril de 2021 ser condenado na 1ª Vara Cível, Crime e JIJ em Abre Campo, e o processo transitado em julgado na data de 15 de março de 2022, recebendo a sentença de 23 anos e 04 meses de reclusão no regime fechado.

O autor de 42 anos se encontra custodiado no Presídio de Abre Campo para cumprimento de Sentença.

Os trabalhos investigativos no ano de 2020 foram coordenados pelo Delegado Dr. Felipe de Ornelas Caldas, com os trabalhos executados pelos Investigadores João Victor Teixeira Camargos Diniz, Rafael Barboza Campos e Ronaldo de Assis Mamedio, Escrivã Jordana Patrícia Perereira da Silva de Paiva e auxiliar administrativa Miliany Tolentino Coelho.

Fonte: Portal Caparaó, com informações da Polícia Civil de Manhuaçu

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo