Jovem é preso tentando aplicar golpe milionário em concessionárias na região



Um jovem de Matipó foi preso pela Polícia Militar, nessa segunda-feira (29), na cidade de Manhuaçu. Ele se apresentava como outra pessoa, dizia ser médico, estava rico e queria comprar carros e tratores.

As histórias contadas pelo rapaz, de 20 anos, são incríveis. Na primeira concessionária de veículos, dias atrás, ele se apresentou como Ricardo, dizendo que era filho de um Promotor de Justiça de Manhuaçu, mas sua família havia falecido em um acidente automobilístico. Para completar, seu pai havia deixado uma grande herança e um veículo de luxo Range Rover. Ainda na versão dele, como o carro apresentou um problema, vendeu e com o dinheiro queria comprar uma caminhonete e iria pagar a vista.

O rapaz então convenceu um funcionário a busca-lo em Matipó para fazer o teste drive. Ele deixou tudo acertado para comprar a S10 de 185 mil reais, mas sumiu, depois que a concessionária pediu os documentos dele. Foi aí que começou a desconfiança.




O segundo caso foi com um vendedor de tratores agrícolas. O mesmo rapaz se identificou como médico de Juiz de Fora, com o nome de Ricardo e que queria comprar alguns tratores para sua fazenda na zona rural de Pedra Bonita.

Devido à boa conversa do autor, o vendedor foi até a cidade de Matipó e o levou até Guarará para mostrar tratores. Ele não gostou dos modelos, voltou para Manhuaçu e fez uma proposta para comprar de veículos e maquinários no valor de 766 mil reais. Quando foi questionado para entregar seus documentos, ele desconversou e desistiu do negócio.

Outra vítima disse que o tal Ricardo pediu que fosse com ele a vários terrenos na zona rural de Pedra Bonita, para fazer um serviço de paisagismo, alegando que era médico na região de Juiz de Fora e tinha propriedades por aqui.

O quarto caso foi com outra concessionária em Manhuaçu. Dessa vez, ele se identificou como Ricardo, morador da cidade de Juiz de Fora, Médico, dessa vez tentando comprar um veiculo caminhonete Hilux, no valor de 192 mil reais. O vendedor pediu os documentos e ele desconversou, surgindo então a desconfiança.

Ao saberem que o rapaz estava indo em diversas concessionárias e lojas de veículos, nesta segunda-feira, uma das vítimas marcou uma visita para ele a uma das empresas, pois havia uma promoção de veículos.

Dessa vez, a Polícia Militar foi chamada. O tal jovem chegou acompanhado de um rapaz, que disse que também foi enganado. Ricardo havia prometido pagar a faculdade dele e mais dois mil reais para que trabalhasse na fazenda de seu pai.

O rapaz confessou que usava nome falso para efetuar compras nas concessionarias, porém não conseguiu sucesso em seu golpe em nenhuma delas. Ele admitiu que buscava fotos e outras coisas na internet para ludibriar as pessoas a acreditarem em suas histórias.

Como as vítimas preferiram não representar contra o rapaz, mesmo tendo prejuízos com deslocamentos e outras despesas que ele causou, a PM registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por causa da falsa identidade para que ele compareça à Justiça em fevereiro.

Fonte: Portal Caparaó

Últimas notícias em vídeo



Um comentário para “Jovem é preso tentando aplicar golpe milionário em concessionárias na região”

  1. Roberto says:

    Não vi crime algum que o rapaz comenteu. Acho que ele estava apenas querendo passear de carros pelas fazendas e zona rural da região. Caso ele apresentasse alguns documento ai sim estaria em cana. Deve faltar algum parafuso.

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.