Kalil alerta que pode fechar Belo Horizonte semana que vem se números voltarem a subir

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), autorizou o retorno das aulas presenciais do ensino fundamental e flexibilização dos horários de bares e restaurantes na cidade.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (9), ele alertou que as medidas só serão mantidas se os números do covid continuarem estáveis. Em caso de aumento, Belo Horizonte poderá inclusive ser fechada já na próxima semana.

– O isolamento é responsabilidade do povo. Semana que vem podemos fechar a cidade inteira. Precisávamos dos números de hoje para ver se manteríamos essa decisão. Peço que Deus abençoe os cientistas para que as vacinas cheguem com mais velocidade, porque estamos preparados – disse.

O secretário municipal de Saúde de BH, Jackson Machado Pinto, disse que já está preparado para um cenário pior.

– Estamos preparados caso haja o impacto de uma terceira onda. Mas isso não impede que possamos fazer alguma flexibilização agora – afirmou.

O médico infectologista Estevão Urbano, que compõe o Comitê de Enfrentamento à COVID-19 de Belo Horizonte, ressaltou que os números de BH são suficientes para possibilitarem uma flexibilização de alguns setores.

– Existem outros pontos do país onde a situação está piorando. Isso significa que estamos trabalhando com a realidade de hoje – disse.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal Estado de Minas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo