MG: dupla é presa por participar da morte de homem que foi abandonado em matagal

Primeiro suspeito havia sido preso em 17 de junho, no entanto ele mentiu para as autoridades dizendo ter agido sozinho no crime

Guia Muriaé no WhatsApp

No Centro-Oeste do estado, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu um casal suspeito de envolvimento no homicídio de um homem, de 42, ocorrido no dia 10 do mês passado, na cidade de Iguatama. Um terceiro suspeito, de 20 anos, já havia sido preso pela PCMG em 17 de junho.

De acordo com a delegada Cláudio Cipullo, após a realização da reprodução simulada dos fatos, a polícia concluiu que o suspeito inicialmente detido não agiu sozinho, como havia confessado, mas contou com a participação de um homem de 31 anos e de uma mulher, de 24, para executar a vítima.

“Com base nessas evidências, representamos pela prisão preventiva dos suspeitos, que foi prontamente concedida pela Justiça e efetuada no último sábado (8/7). O homem foi preso no bairro Bela Vista, em Iguatama, enquanto a mulher foi capturada na cidade de Arcos, no bairro Nova Morada”, informa a delegada.

Os investigados foram encaminhados ao sistema prisional e permanecem à disposição da Justiça. O inquérito policial será concluído e remetido ao Poder Judiciário em breve.

A ação policial foi realizada pelas Delegacias em Bambuí e Iguatama.

Relembre o caso – Prisão do primeiro suspeito

No último sábado (17/6), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou a prisão de um investigado, de 20 anos, na cidade de Iguatama, região Centro-Oeste do estado. Ele é suspeito de cometer um homicídio contra um homem, de 42, cujo corpo foi descoberto em um matagal, no centro da cidade, na quinta-feira (15/6).

O corpo da vítima foi encontrado após um morador perceber um odor forte e acionar a Polícia Civil. A vítima estava com pés, mãos e pescoço amarrados e foi reconhecida pelo pai no local do crime. O pai também identificou que um par de chinelos próximo ao corpo como pertencente ao filho.

Após investigações conduzidas pela equipe da delegada Cláudia Cipullo, um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos. Com base nas informações obtidas, a PCMG solicitou a prisão preventiva do suspeito, que foi cumprida no sábado.

“O suspeito, que residia em um quarto vizinho ao da vítima em uma pensão, alegou que o crime foi motivado por uma suposta ameaça feita pela vítima de denunciá-lo por envolvimento no tráfico de drogas. Ele confessou ter agredido e amarrado a vítima com um cadarço de tênis, jogando-a do terraço e arrastando-a até um matagal próximo, onde a estrangulou utilizando um cinto”, informa a delegada.

O suspeito foi conduzido ao sistema prisional e permanece à disposição da Justiça. A ação foi conduzida pela equipe da Polícia Civil em Iguatama e contou com o apoio de policiais civis lotados em Bambuí. As investigações continuam.

Fonte: PCMG

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo