Ministério Público investiga militar suspeito de colaborar com criminosos na região

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deflagrou uma operação investigativa na Zona da Mata na manhã deste domingo (20).

A Operação Versus ocorreu nos municípios de Cataguases e Rio Branco e mirou um policial militar suspeito de envolvimento com uma organização criminosa.

Com apoio da Polícia Militar, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva — o órgão não informou se o policial investigado foi preso.

Entre objetos de interesse à investigação, foi encontrada uma porção de substância entorpecente em um dos locais.

A movimentação deste domingo é um desdobramento da Operação Duplo Impacto, conduzida em março deste ano.

Na ocasião, duas organizações criminosas foram desmanteladas e 17 membros dos grupos foram denunciados por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte de armas, homicídios e outras infrações violentas.

As investigações prosseguem no âmbito do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, a fim de apurar os possíveis crimes praticados pelo envolvido, bem como o envolvimento de terceiros que atuariam em conluio com os investigados.

A operação deste domingo contou com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais. Também participaram da operação promotores de justiça, policiais militares e servidores do MP.

A palavra VERSUS tem sua origem no Latim e indica relações de oposição ou contradição, já que, durante as investigações realizadas apurou-se que, em tese, um policial militar possuiria elo com integrantes de um grupo criminoso, praticando ações contrárias aos valores éticos inerentes à Instituição Polícia Militar de Minas Gerais, opondo-se à lei.

Fonte: MPMG e Jornal O Tempo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo