Mortes por chikungunya aumentam 300% em Minas Gerais

Sete Lagoas e Fronteira são as cidades que registraram mortes pela doença

Guia Muriaé no WhatsApp

Minas Gerais está enfrentando um cenário preocupante com o aumento significativo nos casos e mortes por chikungunya e dengue, conforme revelado pelo Painel de Monitoramento de Casos da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).


No que diz respeito à chikungunya, os óbitos aumentaram em impressionantes 300%, passando de um para quatro, enquanto os diagnósticos confirmados da doença atingiram a marca de 16.907.

A cidade de Sete Lagoas, na região central do estado, destaca-se como a cidade mais afetada, com 3.376 pessoas contaminadas e três mortes. O município de Fronteira, no Triângulo Mineiro, também registrou uma fatalidade, somando cinco casos confirmados.

Em relação à dengue, a situação não é menos alarmante. Com 218.265 casos prováveis da doença e 75.310 casos confirmados, Minas Gerais enfrenta uma epidemia persistente.

Embora haja uma diminuição na curva de casos, os números de mortes continuam aumentando. O estado agora conta com 19 vítimas fatais de dengue nos primeiros 50 dias do ano, sendo 15 mulheres e quatro homens, oito dos quais apresentavam comorbidades.

Além disso, há um caso confirmado de zika em Minas Gerais, juntamente com 22 casos prováveis, mas felizmente não foram registradas mortes relacionadas à doença até o momento.

Diante desse cenário preocupante, autoridades de saúde reforçam a importância da prevenção, controle e tratamento adequado dessas doenças transmitidas por mosquitos, além de ressaltarem a necessidade de medidas preventivas por parte da população, como eliminação de criadouros, uso de repelentes e busca por assistência médica ao apresentar sintomas suspeitos.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo