Home / Notícias / Região / Mostra do Polo Audiovisual conta com curta dirigido por muriaeense

Mostra do Polo Audiovisual conta com curta dirigido por muriaeense

O Centro Cultural Humberto, em Cataguases, será palco para o lançamento dos cinco curtas-metragens realizados por jovens talentos de cidades da Região, vencedores no Edital Usina Criativa de Cinema.

O evento acontece no dia 17 de julho, domingo, às 19h00, com apresentação e premiação pelo Júri Técnico e Júri Popular. A sessão é aberta ao público, conforme a capacidade de acomodação do local. No dia 16 de julho, haverá uma sessão reservada aos integrantes das diversas equipes de produção.

O Projeto Usina Criativa de Cinema é uma inciativa voltada para ampliar e fortalecer as produções audiovisuais realizadas por talentos das cidades da área de abrangência do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais.




Por meio de um Edital regional foram selecionadas 5 propostas de obras audiovisuais inéditas e originais. Os proponentes receberam R$25.000 para realização dos curtas-metragens, além de consultorias técnicas especializadas e suporte em todas as fases de produção. Um 5º projeto foi selecionado na categoria diretor convidado.

Nessa primeira edição do concurso, foram vencedores:

– “A Luta”, gênero ficção, proponente Karina Ribeiro e diretor Bruno Bennec, de Muriaé;
– “De Quando em Vez”, gênero documentário, proponente Jader Barreto, que divide a direção com Rafaella Lima, de Visconde de Rio Branco;
– “Rainha”, gênero ficção, da diretora Sabrina Fidalgo, do Rio de Janeiro, na categoria diretor convidado;
– “Olhos de Vô”, gênero animação, proponente e diretor Marco Andrade, de Cataguases;
– “O Universo de Manoel”, gênero animação, proponente Renatta Barbosa, direção Leandro Silveira e Fabiano Banna, todos do Coletivo PIA, de Cataguases.




As equipes participaram de um ciclo de oficinas de formação, coordenadas por experientes profissionais do audiovisual, antes de iniciar as filmagens: Análise de Projetos, Roteiro, Fotografia, Direção e Produção, Direção de Arte, Sonorização.

Os curtas foram produzidos em suas cidades de origem, envolvendo técnicos, produtores e artistas locais. “Rainha” foi rodado em Cataguases em fevereiro, por uma equipe composta por profissionais do Rio de Janeiro e de Cataguases.




O Projeto é uma realização do Instituto Fábrica do Futuro em parceria com a Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho e Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais.

Fonte: Fábrica do Futuro / Polo Audiovisual da Zona da Mata

Confira também

Dupla é presa após roubo de moto em Divino

A Polícia Militar de Divino prendeu, na tarde dessa terça-feira (7), dois indivíduos autores de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *