MPMG: visita técnica é realizada em barragens de centrais hidrelétricas em Raul Soares e Abre Campo

Cemtral-hidretrica-em-Raul-Soares
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) – por meio da Promotoria de Justiça de Raul Soares, do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caoma), da Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Doce e da Coordenadoria Estadual de Meio Ambiente e Mineração (Cema) – realizou na terça-feira, 13 de julho, uma visita de campo às barragens das Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) João Camilo Penha e Túlio Cordeiro de Melo, localizadas, respectivamente, em Raul Soares e Abre Campo.

De acordo com a coordenadora regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Doce, Hosana Regina Andrade de Freitas, o objetivo foi acompanhar de perto a situação das barragens e conhecer os instrumentos de controle da segurança do local, analisar o Plano de Ação de Emergência (PAE) em território e dialogar com representantes da comunidade e do Poder Público municipal.

Durante a visita, solicitada pelo promotor de Justiça de Raul Soares Pedro Alvim, representantes da empresa Brookifield, proprietária das barragens, mostraram as instalações, a casa de força, o vertedouro e o funcionamento das comportas. Também foram visitados os acessos e algumas moradias em Zona de Autossalvamento (ZAS), bem como os locais onde foram instaladas as sinalizações existentes e instrumentos de segurança, como sirenes.

A visita também contou com a participação da Defesa Civil e de representantes da administração municipal. Juntamente com líderes comunitários, foram visitados alguns pontos ainda destruídos pelas chuvas que atingiram a região em janeiro de 2020. Ao final, foi feito diálogo com a comunidade a respeito do PAE, mapas de inundação, ZAS e demais instrumentos de gestão de riscos.

Fonte: Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Doce


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo