Mulher com HIV é presa após fazer orgia com a filha e abusar de menores em MG

Relações sexuais foram sem preservativo e em uma casa inabitada

Guia Muriaé no WhatsApp

Uma mulher de 37 anos, que é portadora do vírus HIV, foi detida pela polícia em Bocaíuva, no Norte de Minas Gerais, sob acusação de estupro de vulnerável. Segundo informações, ela organizou uma orgia envolvendo quatro adolescentes, entre eles sua própria filha, de apenas 14 anos, além de ter abusado sexualmente de dois meninos, de 12 e 14 anos.


O ocorrido aconteceu durante a madrugada desta segunda-feira (24 de julho) em uma residência que está desabitada há pelo menos seis meses. O proprietário do imóvel decidiu fazer uma vistoria no local pela manhã, quando se deparou com a mulher e sua filha dentro da casa. Logo em seguida, ele percebeu três adolescentes saindo apressados pelos fundos da propriedade.

De acordo com o dono da casa, o grupo forçou a entrada ao quebrar uma janela. A mulher tentou se fazer de desentendida e negou saber o que estava acontecendo quando questionada por ele. Porém, dois adolescentes, de 12 e 14 anos, relataram aos policiais que tiveram relações sexuais com a mulher sem o uso de preservativo. Além disso, um adolescente de 17 anos afirmou que se envolveu sexualmente com a filha da mulher, de 14 anos, também sem proteção.

Conforme os relatos dos adolescentes, eles estavam na rua quando a mulher os chamou para “dormirem juntos” e sugeriu a utilização da casa abandonada. Chegando ao local, eles arrombaram a janela para entrar.

Em seu depoimento aos policiais, a mulher alegou ser portadora do vírus HIV e confirmou que manteve relações sexuais com os menores, porém, afirmou ter usado preservativo. No entanto, os adolescentes negaram que ela tenha informado sobre seu diagnóstico, e as relações foram todas realizadas sem proteção.

Diante da situação, os menores foram levados, acompanhados de seus responsáveis, ao Hospital Universitário de Montes Claros, onde receberam medicação antirretroviral por precaução de possível contaminação pelo HIV. Já a mulher foi presa em flagrante por estupro de vulnerável e conduzida à delegacia de Montes Claros.

As autoridades investigam o caso para apurar todos os detalhes e as circunstâncias que levaram a essa trágica situação envolvendo menores e uma mulher portadora de HIV. A polícia ressalta a importância de se respeitar a idade de consentimento e proteger menores de idade contra abusos e exploração.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo