Mulher pula de prédio de três andares para evitar que seu companheiro a matasse

Foto: Guia Muriaé
Temendo por sua vida, uma mulher de 25 anos pulou de um prédio para evitar que seu companheiro, de 21 anos, a matasse. O caso aconteceu na madrugada desse domingo (23), em Visconde do Rio Branco.

Por volta da meia-noite, a Polícia Militar recebeu denúncia via 190 dando conta de que uma pessoa teria caído do terceiro andar de um prédio na Rua Altair Estevão de Almeida.

De imediato, os militares foram até o endereço, onde depararam com uma mulher caída ao solo. Ela estava consciente e relatou que é mora há sete meses com um rapaz.

Segundo a vítima, ontem, ao chegarem de uma festa, eles entraram em casa e começaram a brigar por ciúmes, momento em que a vítima entrou no banheiro e seu companheiro foi até a cozinha e pegou uma faca, chegando a colocá-la no seu pescoço para matá-la.

A vítima colocou a mão na frente, sendo que acabou sofrendo um pequeno corte no pescoço e nos dedos da mão esquerda. A mulher então correu para sala, subiu no sofá e se jogou da janela do edifício.

O autor foi localizado e preso em flagrante. Ele confirmou a discussão por motivos de ciúmes, dizendo que a vítima entrou no banheiro, onde ele estava arrumando a pia.

De acordo com o acusado, sua amásia ficou muito nervosa dizendo que não aguentava mais a situação econômica de ambos e deu um soco no espelho. Em seguida, ela disse iria se jogar da janela, subindo no sofá e se jogando da janela da sala.

Segundo populares, após a vítima cair da janela, o companheiro dela teria decido até a calçada onde a vítima encontrava-se, chegando perto. Em seguida, ele retornou ao apartamento, ficando em seu interior por alguns minutos.

A perícia técnica foi acionada que realizou os trabalhos de praxe, sendo constatado que o banheiro estava com várias marcas de sangue nas paredes e no chão, vidro quebrado e uma mecha de cabelos da vítima no chão.

A vítima foi socorrida até um hospital local, onde foi constatado pelo médico de plantão fratura na face, fratura na bacia, escoriações e edema na região labial, corte no lábio superior, abdome distendido, escoriações no tórax, corte superficial na região lombar e corte superficial na região palmar esquerda. Ela permaneceu internada, sem risco de morte.

O autor foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre