Home / Notícias / Região / Mulher que matou grávida para roubar bebê postava fotos simulando gravidez

Mulher que matou grávida para roubar bebê postava fotos simulando gravidez

A jovem de 23 anos que foi encontrada morta em João Pinheiro, no Noroeste de Minas, foi enterrada nesta quarta-feira (17).

Mara Cristina Ribeiro da Silva estava grávida de oito meses e estava desaparecida desde segunda-feira (15). O corpo só foi encontrado nessa terça-feira (16), às margens da BR-040, próximo a um posto desativado da Polícia Rodoviária Federal. Ela estava amarrada pelo pescoço com um arame e apresentava um corte na barriga, por onde a criança teria sido retirada.




Ainda na segunda-feira, uma mulher de 40 anos deu entrada na Santa Casa de João Pinheiro. Ela estava com uma recém-nascida e alegou que havia acabado de dar a luz. Os médicos desconfiaram, pois ela caminhava normal e se recusou a fazer exames de rotina. A polícia foi acionada e a mulher acabou aceitando fazer os exames, mas posteriormente confessou que a menina não era dela, mas sim da jovem que estava desaparecida.

Foi apurado pela polícia que Mara estava morando com a mulher desde o sábado (13). Testemunhas relataram que a suspeita sempre sonhou ter uma menina, mas não conseguia engravidar.

Em depoimento a polícia, ela confessou a autoria do crime, que teria sido cometido com a ajuda do marido, de 57 anos. Ela dopou a vítima com álcool e a enforcou com um fio de metal. Em seguida, amarrou a grávida em uma árvore e improvisou um parto clandestino, usando uma faca de cozinha, que teria dispensado durante a fuga do local.

A mulher se encontra presa, assim como seu marido. O casal vai responder pelos crimes de homicídio qualificado, além do crime dar parto alheio como sendo de parto próprio – quando a pessoa tenta ter o filho violando o estado de filiação violando as regras normais. A pena pode ser de até seis anos de reclusão além do crime de homicídio qualificado que seria mais de 12 a 13 anos.

Nas redes sociais, a autora aparece em várias publicações exibindo uma barriga como se estivesse grávida. Em uma primeira publicação, no dia 8 de agosto, ela aparece abraçada pelo marido. A foto tem a legenda: “Papai mais feliz do mundo”. Outra imagem publicada no mesmo dia mostra o marido beijando a barriga dela. Na legenda consta: “E um sonho se tornou realidade papai mais feliz do mundo te amo e te amarei eternamente você e a nenê”. Em postagens posteriores, a mulher ainda revelou o nome que pretendia dar a suposta filha.

Assista a reportagem da TV Record:

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Hoje em Dia e G1

Confira também

Homem é morto a tiros em Viçosa

Um homem de 36 anos foi morto a tiros, na noite desse sábado (17), em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *