Musa fitness é acusada de ser fornecedora de drogas em Itaperuna e região

A fisiculturista Yara Silva, que recentemente sagrou-se vice-campeã sul-americana e que no último final de semana foi campeã da Copa Rio de Fisiculturismo, foi presa nesta terça-feira (4) suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

Natural de Itaperuna, a atleta foi presa durante a operação Gólgota II, deflagrada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em conjunto com as Polícias Civil e Militar. Ela foi detida em um condomínio de luxo no Cachambi, na Zona Norte do Rio.

De acordo com as investigações, Yara Silva tinha envolvimento com o chefe do tráfico em Itaperuna e se tornou fornecedora na região. O dinheiro proveniente do tráfico inclusive financiava suas competições de fisiculturismo.

Foto: Adilson Ribeiro

O marido de Yara segue sendo procurado pela polícia. Ele chegou a ser detido, mas fugiu e estaria escondido na comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré, também na Zona Norte do Rio. Há contra um mandado de prisão em aberto.

– Ela tinha, junto com ele, o comando de todo o esquema. A conta dela, inclusive, era utilizada para fazer os depósitos do grupo criminoso. Na época que iniciamos a investigação ela ainda morava em Itaperuna – disse o delegado Bruno Cleuder, da Delegacia de Itaperuna.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1 e iG Esporte


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre