Operação Cavalo de Troia combate crimes violentos e prende 6 suspeitos em Ubá

Na manhã desta quinta- feira (22/7), as Polícias Civil e Militar de Minas Gerais deflagraram a operação Cavalo de Troia, visando combater crimes violentos no município de Ubá, na Zona da Mata mineira.

Além disso, a manobra teve a finalidade de reforçar a presença e a atuação das duas forças de segurança junto à comunidade do bairro São Domingos, proporcionando segurança objetiva e interação comunitária.

A ação resultou na prisão de seis suspeitos, entre eles, cinco homens por tráfico de drogas e um rapaz de 23 anos, em virtude de mandado de prisão preventiva pela prática de homicídio tentado, ocorrido em 19 de abril deste ano, em razão de ameaças e de disputas pelo tráfico. A operação também culminou na apreensão de cocaína, crack, maconha, aparelhos celulares, entre outros materiais.

Durante as buscas, foram apreendidos R$673, 20 pinos de substância análoga à cocaína – e duas pedras da mesma substância-, 109 pedras de substância análoga ao crack, uma pedra bruta da mesma substância e cinco buchas de substância análoga à maconha. Além disso, foram encontrados seis aparelhos celulares, uma rádio tipo HT, dois dichavadores, entre outros materiais.

Na ocasião, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão em diversos locais, por meio da atuação de policiais civis da Delegacia Antidrogas e Delegacia de Homicídios em Ubá, de Visconde do Rio Branco, Tocantins, Viçosa, Guarani, Rio Pomba, Senador Firmino, bem como do Canil em Belo Horizonte e da Polícia Militar. A ação contou com o apoio de uma aeronave da 4ª Base Regional de Aviação do Estado, situada na cidade de Juiz de Fora (4º BRAVE), e de drones da Polícia Civil e da Polícia Militar, além da participação de equipe do Canil Central da PCMG e da ROCCA da PMMG e de policiais militares da 4ª Cia de Policiamento Especializado em Juiz de Fora.

Os trabalhos foram coordenados pelo chefe do 4º Departamento em Juiz de Fora, Gustavo Adélio Lara, pelo delegado regional em Ubá, Diego Candian Alves, e pelo subcomandante do 21º Batalhão de Polícia Militar, major Clayton Pereira de Sá, mas também contaram com a participação dos delegados Vinícus Soranço e Aldrey Toledo e do comandante da 35ª Companhia de Polícia Militar, capitão Ruamlemberg Ferreira Marques.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo