Operação Égide prende mais 10 pessoas em Visconde do Rio Branco e Rio Pomba

Guia Muriaé no WhatsApp

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Zona da Mata, em conjunto com a Promotoria Criminal de Visconde do Rio Branco e com as Polícias Militar e Penal de Minas Gerais, deflagrou na manhã de hoje, 6 de junho, a operação Égide.

O objetivo da ação é desmantelar organização criminosa investigada pela prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídios, porte de armas de fogo, assaltos, latrocínio, corrupção de menores e outros crimes violentos na região da Zona da Mata mineira.

Estão sendo cumpridos 30 mandados judiciais, sendo 13 de prisão temporária e 17 de busca e apreensão, nas cidades de Visconde do Rio Branco e Rio Pomba. Até o momento, foram cumpridas 12 prisões temporárias, tendo ocorrido duas prisões em flagrante delito.

Um ex-taxista de Visconde do Rio Branco, investigado por transportar indivíduos ligados a disputa de facções na região, foi preso. Também foram presas pessoas investigadas por financiar e movimentar dinheiro e armas de fogo para os traficantes, fornecendo, inclusive, drogas e celulares para o interior das unidades prisionais.

Foram apreendidos carros e motocicletas utilizados pelos investigados como meio para a prática de crimes, além de dinheiro, drogas, armas de fogo e munições. As diligências ainda estão em andamento.

A operação desta terça-feira conta com a participação de promotores de Justiça e servidores do MPMG, 50 policiais do 21º BPM de Ubá, oito policiais militares do GCOC 4R, cinco policiais militares da inteligência do 21º BPM e 39 policiais penais.

Segundo o promotor de justiça Breno Costa da Silva Coelho, coordenador do Gaeco Zona da Mata, “as operações de combate à guerra de facções criminosas na região da Zona da Mata mineira continuarão ocorrendo, mirando, além das prisões dos envolvidos, o esvaziamento patrimonial dos infratores e de todo o núcleo de apoio aos integrantes de organização criminosa”.

As ações do Gaeco já oportunizaram o cumprimento de 42 mandados de prisão temporária, 68 mandados de busca e apreensão, 25 mandados de prisão preventiva e diversos mandados de indisponibilidade de bens, inclusive de carros, motos e casas utilizados pelos criminosos na região.

Fonte: MPMG

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo