Operação prende 14 pessoas envolvidas no tráfico na região, incluindo dois policiais



Uma grande operação foi deflgrada na manhã desta quarta-feira (11) com o objetivo de desarticular uma quadrilha que abastecia com drogas as regiões Noroeste e Serrana do Rio de Janeiro e ainda tinha ramificações no interior de Minas Gerais.

A operação Górgona, desdobramento da operação Raposo desencadeada pelo Grupo de Apoio a Promotoria do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (GAP-MPRJ), em conjunto com as Polícias Civil e Militar, buscava o cumprimento de 22 mandados de busca e apreensão e outros 21 de mandados de prisão temporária.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Natividade, Itaperuna, São José de Ubá, Santo Antônio de Pádua, Itaocara, Nova Friburgo, Patrocínio do Muriaé e Cataguases, estas duas últimas cidades mineiras onde a quadrilha teria ramificações.




Durante a ação, 14 pessoas foram presas, incluindo dois policiais. Ainda foram apreendidas três armas de fogo, sendo um revólver e duas espingardas, farta quantidade de munição, certa quantidade de droga, 32 aparelhos celulares, um tablet, cerca de R$ 5 mil em cheques e aproximadamente R$ 12 mil em espécie.

A operação contou com policiais militares dos batalhões de Itaperuna, Santo Antônio de Pádua, Campos e Macaé, além do apoio da Polícia Militar de Minas Gerais, que atuou no cumprimento dos mandados nas cidades de Patrocínio do Muriaé e Cataguases.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.