Pai se confunde e registra caçula com o mesmo nome da filha mais velha

Duas irmãs com o mesmo? A situação quase aconteceu em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um pai registrou sem querer a filha recém-nascida com o nome da primogênita.

O escultor Armando Bianchetti, de 39 anos, foi até o cartório de registro civil da cidade para registrar sua filha recém-nascida e acabou preenchendo o documento da bebê como Nina em vez de Mia.

A escritora Carol Christo, de 32 anos, mãe das meninas, postou um vídeo contando a inusitada história.

“Ele me ligou e disse: – eu registrei ela como Nina, Carol. Agora temos duas Ninas”, se diverte a escritora. Ela disse que, na mesma hora, já começou a pesquisar na internet como reverter a situação.

O pai da criança explicou o equívoco na mesma hora no cartório ao preencher a ficha, e o problema foi resolvido com o registro da recém-nascida como Mia.

“Eu não sei se ele estava com o nome da Nina na cabeça por que tinham vários dias que ela estava passando mal e a gente não dormia. Estávamos exaustos. Então ele se confundiu na hora de preencher”, disse a mãe das meninas.

No vídeo postado pela escritora, o escultor explica que quando pegou a certidão e viu que estava escrito Nina se assustou e perguntou a funcionária se ele tinha escrito Nina. Além disso, ele também tinha colocado a data de nascimento como 2022.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo