Pastor descumpre decreto e faz culto em praça de Cataguases

A Polícia Militar e a Fiscalização Municipal conduziram o pastor Douglas Michel Rodrigues até o Quartel da PM em Cataguases na noite deste domingo, 30 de maio.

Conforme informou o tenente Vinícius Marinato, comandante do policiamento na cidade, o motivo foi descumprimento de medida sanitária preventiva e desobediência. Ele realizou um culto evangélico na Praça da Bíblia, no trevo de entrada do Bairro Taquara Preta, no início desta noite.

Pastor Douglas conversou por telefone com a reportagem do site do Marcelo Lopes e disse estar “inconformado com o decreto que em vigor no município que permite academias de ginástica funcionarem, enquadrando-as como atividade essencial, e proíbe as igrejas de acolherem seus fiéis, mesmo em número reduzido, evitando aglomerações”, desabafou o líder religioso que também está à frente de um projeto de doação de cestas básicas a famílias carentes.

Ainda durante a conversa, o religioso fez questão de frisar que nesta pandemia há “muitas pessoas ansiosas em ouvir a palavra de Deus que lhes traz conforto e lhes dá esperança. Eu tenho ido de casa em casa, diariamente, fazer isso porque sei que com toda essa situação da pandemia mexeu muito com as pessoas e, por isso, precisam de um apoio espiritual”, finalizou. Douglas Michel, antes de ir ao Quartel, passou pelo Hospital de Cataguases onde fez o exame médico exigido por lei.

O culto desta noite foi transmitido ao vivo pelo canal daquele pastor em seu perfil no Facebook. Logo na abertura da celebração, Douglas Michel conta que caso a polícia chegasse durante o evento ele só sairia dali “preso” e aconselhou os presentes a não fazerem nada.

Pouco mais de meia hora após o início do culto os policiais chegaram e após conversarem com o pastor Douglas, o levaram para o Quartel onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e o liberaram em seguida, sob a condição de comparecer em juízo quando convocado para prestar esclarecimentos sobre o episódio.

Fonte: Marcelo Lopes


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo