Pastor suspeito de estuprar ao menos 15 fiéis é preso



A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, na manhã desta terça-feira (13), a operação Libertação. O objetivo foi prender preventivamente o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, Wilson Jorge Ferreira, 51 anos.

Ele é um dos líderes da congregação e atuante na região de Belo horizonte há 25 anos. Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, sendo apreendidos diversos aparelhos eletrônicos.

O pastor vem sendo investigado pela Polícia Civil por diversos abusos sexuais e por estupro de vulnerável e ficou conhecido pelo apelido de “Maníaco da Orelha”, por sempre iniciar seus assédios lambendo as orelhas das vítimas.




Igreja nega conhecimento de denúncias contra religioso

A Igreja do Evangelho Quadrangular afastou preventivamente o pastor de seu núcleo religioso no bairro Salgado Filho, na região Oeste de Belo Horizonte. A igreja, contudo, afirmou nunca ter tido conhecimento de qualquer abuso envolvendo o religioso e informou que ele passou por diversos testes de comportamento.

“O pastor apresentou todas as certidões sobre sua conduta moral, sem nada que o desabonasse, tal como exigido pelo estatuto da igreja”, afirmou em nota. A Quadrangular também disse não ter sido notificada oficialmente sobre as denúncias.

Fonte: PCMG / O Tempo

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.