Home / Notícias / Região / Polícia Civil apura caso de homicídio de motorista de aplicativo em Juiz de Fora

Polícia Civil apura caso de homicídio de motorista de aplicativo em Juiz de Fora

Caso que vitimou Edson Fernandes Carvalho agora está sendo trabalhado como um possível latrocínio
Nessa quarta-feira (13), a Polícia Civil de Minas Gerais deu detalhes sobre o caso de um homicídio ocorrido no dia 08 deste mês, vitimando Edson Fernandes Carvalho, de 21 anos, no bairro Santos Anjos, em Juiz de Fora.

Seguindo uma nova linha de investigação, o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Rolli, disse em entrevista, que o caso agora está sendo trabalhado como um possível latrocínio (roubo seguido de morte).

De acordo com o delegado, os adolescentes apreendidos, de 15 e 17 anos, suspeitos pelo cometimento do crime, pretendiam roubar o carro da vítima para fazerem um “ataque” a um grupo rival, no Bairro São Benedito.




O delegado ressaltou que, mais uma vez, a rixa entre grupos de bairros “rivais”, e o tráfico de drogas, são a motivação para a maioria de casos de morte violenta na cidade.

Além dos dois adolescentes apreendidos, outros dois suspeitos estão ligados indiretamente no caso. Um, de 19 anos, foi preso ontem, em flagrante delito, pela posse da arma de fogo utilizada no crime que vitimou Edson.

Um outro, de 18 anos, ainda iria prestar depoimento. Estes dois teriam solicitado aos adolescentes que roubassem um veículo para ser utilizado em ações delituosas, no bairro “rival”.




Este caso foi marcado por protestos de motoristas de aplicativos na cidade, onde eles fizeram uma passeata, cobrando segurança pera a categoria e justiça pela morte de Edson. Os motoristas, ontem, também participaram da coletiva do delegado, entendendo o desenrolar da história.

O caso segue em investigação na Delegacia Especializada de Homicídios.




Fonte: PCMG

Confira também

Adolescente morre eletrocutado ao colocar o celular para carregar

Um adolescente de 13 anos morreu após sofrer um choque elétrico ao colocar um celular …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *