Polícia Civil apura roubos a joalherias em Juiz de Fora

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ratificou as prisões em flagrante de dois suspeitos, de 22 e 26 anos, encaminhados à delegacia pela Polícia Militar, após tentativa de roubo a uma joalheria, ocorrida no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

Apurações indicaram que eles também teriam praticado outros dois roubos a joalherias na cidade, entre eles, um cometido no dia 17 de agosto, em um shopping localizado na Zona Sul, e outro ocorrido no dia 16 de agosto, na Galeria Bruno Barbosa, na área central da cidade.

Durante coletiva de imprensa realizada na quarta-feira (1/9), o titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, delegado Rogério Woyame, explicou que a dupla e vítimas envolvidas nos três crimes foram ouvidas na unidade policial, onde os flagrantes foram ratificados por roubo tentado, assim como associação criminosa. A PCMG também já representou – junto ao Poder Judiciário – pela prisão preventiva dos investigados, em razão da prática dos dois crimes de roubo consumado. Eles foram encaminhados ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Na ocasião, a tenente Camila Fortes também falou sobre a prisão dos suspeitos. Segundo ela, os homens foram detidos durante patrulhamento preventivo realizado pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), na região central de Juiz de Fora.

Fonte: PCMG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo