Polícia Civil desarticula quadrilha que atuava se passando por bancos para aplicar golpes

Bando se organizava em uma sala comercial na região central da cidade

Guia Muriaé no WhatsApp

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu na noite dessa quinta-feira (13/7) um homem de 29 anos suspeito de aplicar golpes financeiros em Juiz de Fora. Seis mulheres, entre 18 e 22 anos, que se identificaram como funcionárias também foram conduzidas à delegacia para prestarem depoimento. Elas foram ouvidas e liberadas.


A quadrilha que atuava em Juiz de Fora há aproximadamente seis meses ocupava uma sala comercial onde funcionavam como um call Center e recrutava jovens à procura do primeiro emprego e sem qualquer experiência profissional e que acreditavam fazer parte de uma equipe de correspondentes de grandes instituições bancárias.

As funcionárias captavam os clientes, em sua maioria aposentados do INSS e pessoas que possuíam crédito consignado, com a promessa de negociar dívidas. Em seguida, as vítimas eram persuadidas pelos integrantes do grupo criminoso a realizar pagamentos, por meio de boletos, para a renegociação ou quitação das dívidas, concretizando o golpe.

A ação que também apreendeu documentos e computadores foi coordenada pela 7ª Delegacia de Polícia Civil, unidade que integra a 1ª Delegacia Regional de Juiz de Fora – pertencente ao 4º Departamento.

As investigações continuam pra verificar o envolvimento de outras pessoas e levantamentos das quantias movimentadas pelo bando.

Fonte: PCMG

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo