Polícia Civil descarta abuso sexual em bebê de 11 meses que chegou morto em UPA de Juiz de Fora

Segundo os pais do menino, ele foi levado para a unidade de saúde na última semana ao apresentar quadro de diarreia e vômito; relembre o caso.

A Polícia Civil atualizou as informações de um caso registrado na última sexta-feira (10), de um menino de menos de um ano que chegou na UPA Norte de Juiz de Fora sem vida, onde o médico responsável pelo atendimento, desconfiou de que a criança teria sido vítima de abuso sexual.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Rolli, da 3ª Delegacia, após perícia pelo médico legista, verificou-se que, a princípio, a criança não sofreu abuso sexual.

De acordo com a autoridade policial, ela estava com uma diarréia e a causa mortis está como indeterminada. Foi colhido material genético e encaminhado para BH para corroborar com a tese, descartando ainda mais a hipótese de abuso sexual.

Os pais estão novamente sendo ouvidos nesta manhã e a UBS de Vila Esperança foi oficializada para encaminhar o prontuário médico para constar nos autos. As testemunhas serão intimadas amanhã para prestarem depoimentos. As investigações prosseguem.

Fonte: PCMG

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo