Polícia Civil esclarece homicídios tentados em Juiz de Fora

Delegado Rodrigo Rolli
A Polícia Civil de Minas Gerais apurou crimes de homicídios tentados, ocorridos neste e no último ano, no município de Juiz de Fora. A autoria e a motivação dos casos foram esclarecidas. Além disso, três suspeitos já se encontram presos, permanecendo à disposição da Justiça.

Conforme informações do Titular da Delegacia Especializada de Homicídios, Delegado Rodrigo Rolli, foi esclarecido o crime ocorrido no dia 9 de abril, no Bairro Santos Dumont, onde a vítima de 16 anos foi alvejada com disparos de arma de fogo, mas chegou a sobreviver. Foi cumprido mandado de prisão temporária em desfavor de um jovem de 25 anos, suspeito de ter praticado o homicídio.

“O inquérito policial está sendo remetido ao Poder Judiciário com o pedido de conversão da prisão temporária em prisão preventiva”, informou. A motivação do crime estaria ligada ao tráfico de drogas, segundo informações do inspetor Anderson Gibi.

Além disso, também foi solucionado o homicídio tentado, que aconteceu no dia 14 de setembro de 2019, no Bairro Vila Montanhesa. Dois suspeitos, 23 e 24 anos, encontram-se presos, após investigações. Um terceiro investigado está foragido.

“Na época, duas vítimas, 21 e 32 anos, estavam na rua. Um veículo passou por eles, ocupado por três autores, devidamente identificados pelos Investigadores da Delegacia Especializada de Homicídios”, disse, complementando que os suspeitos efetuaram vários disparos, que não chegaram a atingir as vítimas, mas que teriam sido realizados com a intenção de executar os rapazes.

De acordo com o inspetor Anderson Gibi, o pano de fundo para a ocorrência teria sido o tráfico de drogas. “É uma rixa entre grupos rivais, que disputam um ponto específico de drogas, na divisa dos Bairros Grama e Vila Montanhesa, desde 2016, que resultou também em outra tentativa de homicídio, ocorrida em um bloco, na sexta-feira (21) de Carnaval, no município de Juiz de Fora”, concluiu.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre