Home / Notícias / Região / Polícia Civil informa sobre índice de apuração de homicídios em Juiz de Fora

Polícia Civil informa sobre índice de apuração de homicídios em Juiz de Fora

A Polícia Civil, por meio do 4º Departamento de Juiz de Fora (4º DEPPC) e da Delegacia Especializada de Homicídios (DEH), informou, nesta semana, que atingiu 75% de apuração dos crimes de homicídios, entre consumados e tentados, no último ano. Conforme o titular da Delegacia Especializada, Dr. Rodrigo Rolli, foram efetuadas 99 prisões, culminando na redução do número de homicídios na cidade.

Segundo ele, a equipe de policiais civis se empenha em dar uma resposta rápida à sociedade, com o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público. “Retirando, assim, os autores de homicídios da zona de conforto”, ressaltou. Ele lembrou que muitos casos foram desvendados em menos de 24h após o crime. Entre eles, o homicídio ocorrido na tarde do dia 10 de fevereiro, no Bairro Ladeira, onde um corpo foi encontrado carbonizado em uma casa abandonada, dentro de uma carcaça de geladeira. Após apurações imediatas, denúncias e depoimentos de testemunhas, a Polícia Civil conseguiu localizar um adolescente de 14 anos, envolvido no crime, e, posteriormente, também prendeu os demais envolvidos.




Ele também enfatizou a apuração do homicídio ocorrido no dia 13 de setembro, que vitimou uma mulher de 34 anos. O crime aconteceu na porta de uma casa de shows localizada na Avenida Brasil, em Juiz de Fora. Na ocasião, policiais civis se deslocaram até o local do crime, conseguiram coletar as imagens do sistema interno do estabelecimento e, após apurações, identificar e localizar os autores. Os homens de 24 e 28 anos foram presos em flagrante, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. A motocicleta, capacetes e roupas utilizados no crime também foram apreendidos.

Fonte: 4º DEPPC




Confira também

CEDERJ abre mais de 7.500 vagas em cursos superiores gratuitos à distância

A Fundação Cecierj abriu na segunda-feira (16) as inscrições para o Vestibular CEDERJ 2020.1. Veja …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *