Polícia Civil leva “Plantão Digital” a Caratinga e Manhuaçu

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) lançou nessa terça-feira (2) a segunda fase do projeto “Plantão Digital”, que levou para o interior do estado a novidade lançada no mês de janeiro, em caráter experimental, na capital mineira.

As primeiras cidades do interior a receberem o projeto foram Caratinga e Manhuaçu. Para o lançamento, as delegacias regionais de Caratinga e Manhuaçu receberam a visita do Chefe Adjunto da PCMG, Delegado-geral Joaquim Francisco Neto e Silva; da Superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Delegada-geral Ana Cláudia Oliveira Perry; do Chefe do 12º Departamento de Polícia em Ipatinga, Delegado-geral Gilberto Simão de Melo; e do Coordenador de Sistemas da Superintendência de Informações e Inteligência Policial (SIIP), Delegado Breno Azevedo de Carvalho.

Em Caratinga, os Conselheiros Superiores da Polícia Civil foram recebidos pelo Delegado Regional Ivan Lopes Sales. Após uma reunião com os delegados locais, foi feita uma visita às dependências da Delegacia, incluindo a sede do Plantão Digital. “Trata-se da Polícia Civil se destacando por meio da tecnologia, fazendo flagrante por videoconferência. Dessa forma, nós ganharemos mais servidores no expediente, pois conseguiremos reduzir a quantidade de policiais no plantão”, afirma o Delegado Regional.

Já em Manhuaçu, quem recebeu a equipe foi o Delegado Regional Carlos Roberto Souza da Silva. Além de apresentar a nova delegacia, em fase final de reforma, Silva explicou aos conselheiros como se estruturará o trabalho. “A região de Manhuaçu é composta de 24 cidades. Já a região de Caratinga possui 20 cidades. São 44 cidades para as quais será empregado apenas um efetivo no plantão, otimizando nossos recursos humanos”. Ainda segundo o delegado, as ocorrências são processadas no ambiente virtual com a mesma segurança do ambiente físico, com assinaturas digitais e gravações, o que garante maior integridade e maior agilidade ao processo.

Poucos minutos após o lançamento o Plantão Digital em Manhuaçu, ocorreu, nesta delegacia regional, o primeiro plantão realizado nessa modalidade no interior o Estado, através do Delegado Guilherme Mariano Caldeira Coelho e da Escrivã Ana Rosa Campos. De acordo com Ana, o sistema está acompanhando a mudança da atualidade. “Agora, no dia a dia, vamos sanar o que estiver com problema e aperfeiçoar algumas técnicas e rotinas de trabalho, pois o novo sistema vai envolver o escrivão, o delgado e o investigador”, afirma

Amadurecimento

A Superintendente Ana Cláudia Oliveira Perry acredita que a experiência na capital possibilitou o amadurecido do projeto e a sua ampliação para o interior do estado. “Implantamos o projeto em janeiro de 2020 entre as delegacias regionais de Nova Lima e Barreiro e, durante esses quatro meses, trabalhamos tanto a parte operacional como a análise técnica para propiciar um melhor funcionamento desse plantão digital. Hoje a administração superior entende que já temos condições de expandir para o interior, o que ocorreu oportunamente através de um pedido do chefe de departamento de Ipatinga”, explica.

Para o Chefe Adjunto da PCMG, o projeto é relevante na medida em que evita o deslocamento de vítimas, testemunhas e policiais para o encerramento de uma ocorrência policial em outra cidade. “É necessário que a Polícia abrace a evolução tecnológica, considere isso no seu trabalho, a fim de que os serviços da Polícia Judiciária sejam melhores prestados à comunidade. É uma alegria estarmos aqui e termos implantado em Manhuaçu e Caratinga o Plantão Digital.

Outras duas cidades vão receber na próxima semana o Plantão Digital: Lavras e Varginha.

A ferramenta

O Plantão Digital possibilita a realização de autos de prisão em flagrante por meio de videoconferências entre os policiais e envolvidos em ocorrências criminais, possibilitando assim maior rapidez dos procedimentos, ausência de deslocamento e economia para o Estado.

Desde a inauguração em Belo Horizonte e Nova Lima, o projeto piloto foi regulamentado pela Resolução 8.132, assinada pelo Chefe da Polícia Civil, que autoriza as delegacias a implantarem o recebimento do flagrante por videoconferência, utilizando os meios que estiverem disponíveis.

O projeto é um dos prioritários para a PCMG e é acompanhado, mensalmente, pelo Governador Romeu Zema.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre