Polícia Civil prende suspeito de ser um dos principais fornecedores de drogas em Juiz de Fora

Investigado teria um esquema de embalagem e distribuição dos entorpecentes para pessoas com alto poder aquisitivo do município. A mulher dele e uma outra pessoa também foram detidas.

Na noite dessa quinta-feira (22/6), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou a operação Fim de Carreira, visando coibir o crime de tráfico de drogas na Cidade Alta, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Na ocasião, três suspeitos, de 42, 43 e 37 anos, foram presos por tráfico.

Durante a ação, em um imóvel em construção onde os investigados armazenavam a droga, também foram apreendidos 45 barras de maconha, sete porções e dois tabletes da mesma droga, uma porção de haxixe, uma barra de cocaína, três balanças de precisão, três seladoras, uma porção de cocaína em pedra e uma bola de haxixe.

Além disso, foram localizados dois cadernos contendo anotações relacionadas ao tráfico, um veículo, quatro celulares e material para embalar os entorpecentes.

Conforme informações do delegado Rafael Gomes, entre os presos, há um casal – o homem de 43 anos e a mulher de 37 anos – investigados por fornecerem drogas a usuários de alto poder aquisitivo da cidade, por meio de um esquema de disque-drogas.

“Realizamos a prisão desse suspeito e de sua esposa que, mesmo grávida, estava realizando a mercancia de drogas. Eles realizavam a distribuição de drogas de alta qualidade – segundo informações do próprio investigado – para toda a cidade de Juiz de Fora. Estima-se que essa operação policial tenha gerado um prejuízo de, aproximadamente, R$300 mil ao tráfico de drogas”, conclui.

A ação foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico, unidade que integra a 1ª Delegacia Regional em Juiz de Fora, pertencente ao 4º Departamento.

Fonte: PCMG

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo