Polícia conclui investigação sobre morte de mulher em rodovia em Senador Firmino e indicia suspeito

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu, nesta quinta-feira feira (4/11), a investigação que apurou a morte de uma mulher, no dia 18 de setembro, na rodovia que liga os municípios de Senador Firmino e Dores do Turvo, na Zona da Mata mineira.

Na ocasião, ela estava com as amigas dela e fazia caminhada no acostamento, quando foi atropelada. Após trabalhos investigativos realizados pela Delegacia de Polícia Civil em Senador Firmino, um suspeito de 29 anos, condutor do automóvel, foi indiciado pela prática de homicídio na condução de veículo automotor.

Na época dos fatos, o inquérito policial foi instaurado para apurar as razões que teriam contribuído para a morte da vítima. Conforme relato do investigado, ele não havia consumido bebida alcoólica e o acidente teria acontecido ao tentar se desviar de um cachorro.

No entanto, após apurações, as investigações apontaram que o suspeito havia passado a noite em uma danceteria em Senador Firmino, consumido bebida alcoólica e, ao amanhecer do dia em que ocorreu o acidente, assumido a direção veicular para retornar até a sua cidade natal. Na ocasião, durante o trajeto, ele perdeu o controle da direção e transitou pela contramão de direção, atingindo a vítima, que foi arremessada às margens da rodovia, já sem vida.

Conforme o delegado regional em Ubá, Diêgo Candian Alves, a pena do crime de homicídio na direção veicular, prevista no artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro, é de reclusão de cinco a oito anos para o agente que conduz veículo automotor sob a influência de álcool ou qualquer outra substância psicoativa que determine dependência.

Fonte: PCMG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo