Home / Notícias / Região / Polícia registra caso de assédio sexual via WhatsApp em Viçosa

Polícia registra caso de assédio sexual via WhatsApp em Viçosa

A Polícia Civil registrou, nesta terça-feira (13), uma ocorrência de assédio sexual na cidade de Viçosa.

A mãe de uma adolescente de 11 anos compareceu a Delegacia de Polícia e relatou que, ao verificar o aparelho celular de sua filha, constatou que a mesma foi adicionada em um grupo do aplicativo WhatsApp chamado “Convento da Putaria”, no qual eram enviados diversos conteúdos pornográficos.

Enquanto verificava o aparelho, a mãe da menina viu o momento em que um cidadão chamou a sua filha para conversar no privado, dizendo ter 20 anos e ser morador do bairro Santo Antônio. Ela se passou pela menina e em determinado momento o indivíduo pediu para que sua filha lhe mandasse fotos de pijama ou de calcinha e sutiã, além de querer marcar um encontro pessoalmente com ela.




O autor ainda chegou a ligar para o telefone da sua filha, mas não forneceu maiores dados para possível identificação e localização dele.

Fonte: Guia Muriaé




Confira também

Acidentes deixam dois mortos na BR-116

Dois acidentes deixaram dois mortos, entre a noite de sábado (20) e madrugada desta segunda-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *