Polícias fazem nova ação após maior apreensão de drogas em MG, que prendeu mais de 8,7 toneladas da droga

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriram sete mandados de busca e apreensão nas cidades de Toledo, Santa Helena, Francisco Beltrão e Itaipulândia, no estado do Paraná, entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro, nesta semana.

A ação integrada é um desdobramento da manobra que culminou na apreensão de nove toneladas de maconha, no último mês, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. As medidas judiciais foram expedidas, após trabalhos investigativos realizados pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e pela PRF.

Durante o cumprimento das buscas, duas pessoas foram presas e um veículo clonado foi apreendido. Além disso, celulares, computadores e documentos também foram encontrados, visando auxiliar nas investigações e na conclusão do inquérito policial.

Segundo o delegado regional em Juiz de Fora, Armando Avólio Neto, com a ação de hoje, a Polícia Civil de Minas Gerais conseguiu elementos que visam identificar os integrantes do grupo criminoso. “Conseguimos efetivar duas prisões no estado do Paraná, onde acreditamos que a droga tenha vindo. Conseguimos arrecadar celulares, computadores e documentos, elementos que ajudam na investigação, possibilitando identificar os autores envolvidos nesta organização criminosa”, explica, informando também sobre a apuração relacionada a uma das empresas alvo, de produção de energéticos. “Na fábrica, ficou verificada a sua subutilização, com estrutura precária e falta de materiais de produção, demonstrando seu funcionamento irregular”, relata.

Ainda segundo ele, outros dedobramentos podem acontecer. Segundo o policial rodoviário federal, Junie Penna, a PRF mobilizou quatro equipes, envolvendo 16 policiais que atuam naquele local, com o intuito de dar todo apoio necessário para a ação. “Os policiais conhecem profundamente a dinâmica dos acontecimentos daquele local, inclusive no enfrentamento ao narcotráfico, tendo em vista se tratar de uma área de fronteira com o Paraguai”, ressalta.

Conforme enfatizou o chefe do 4 Departamento em Juiz de Fora (4 DEPPC), Gustavo Adelio Lara Ferreira, essa operação – que contou com a participação de policiais civis do 4DEPPC e da Delegacia Regional em Juiz de Fora, com o apoio da PRF – foi concluída com êxito. “Demonstrando, mais uma vez, a eficiência das parcerias no combate ao tráfico e ao crime organizado”, conclui.

Relembre o caso: ação integrada apreende grande quantidade de droga em Juiz de Fora

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam, nesta sexta-feira (19/11), cerca de nove toneladas de maconha, durante ação integrada, deflagrada em Juiz de Fora, Zona da Mata mineira.
De acordo com a delegada Camila Miller, o material foi localizado no interior de dois caminhões, no Bairro Barreira do Triunfo. “Parte da droga estava escondida em meio a uma carga de carne de porco em um dos veículos, já o restante em um fundo falso do outro caminhão carregado com energético. Apurações indicam que o material seria oriundo do Paraná”, disse a delegada.

Além da droga e das duas carretas, foram apreendidos três veículos de passeio e seis pessoas foram presas durante a ação.

Trabalho em conjunto

Segundo a delegada Camila Miller, na noite do dia 18 de novembro, trocou informações com a PRF porque suspeitou de dois caminhões clonados que estavam nas proximidades da cidade. “A partir daí, iniciamos a vigilância e o monitoramento destes veículos que resultou nesta apreensão”, contou Miller

O Policial Rodoviário Federal, Junie, contou que, durante esse processo, que a PRF tomou conhecimento que havia dois veículos transportadores de carga suspeitos, uma equipe operacional foi mobilizada para localizar estas carretas. “Foram localizadas e foram abordadas de forma minuciosa. Houve alguns desencontros nas prestações de informações pelos condutores, motivo pelo qual a abordagem foi se tornando ainda mais minuciosa até que se localizou esta quantidade de droga”, disse Junie.

Ainda de acordo com a delegada Camila Miller, além dos condutores, mais quatro pessoas foram presas, entre elas, três homens que estavam dentro de carros monitorando as carretas, e uma mulher, que é proprietária do galpão onde uma das carretas estava localizada.

O delegado Regional de juiz de Fora, Armando Avolio Neto, conta que essa foi a terceira grande apreensão de drogas da Polícia Civil em Juiz de Fora. “A primeira foi em 2019, com a apreensão de três toneladas e trinta e cinco armas de fogo, entre fuzis e pistolas. A segunda foi no primeiro semestre deste ano, em conjunto com a PRF, com a apreensão de quatro toneladas de drogas e algumas armas de fogo. Com essa última operação, de nove toneladas, totalizam dezesseis toneladas e mais de quarenta armas apreendidas em apenas três operações”, disse Neto.

O Chefe de Departamento de Juiz de Fora, o delegado geral Gustavo Adélio Lara, falou sobre a importância do trabalho integrado: “Mais uma vez a eficiência, o trabalho investigativo e o profissionalismo utilizado pela PCMG e PRF resultou num forte abalo às estruturas do tráfico na região de Juiz de Fora. Isso demonstra que com inteligência e investigação as organizações criminosas sempre terão dificuldades em se articularem e consequentemente levarão vultosos prejuízos nas estruturas com esses combates cada vez freqüentes e consistentes. Quem ganha com isso é sociedade e o povo de bem , tirando de circulação expressiva quantidade de substância entorpecentes”.

A investigação segue em andamento par apurar o destino desta droga e identificar outros possíveis envolvidos.

Fonte: PCMG

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo