Home / Notícias / Região / Prefeito de Pocrane é acusado de desviar dinheiro e ameaçar testemunhas

Prefeito de Pocrane é acusado de desviar dinheiro e ameaçar testemunhas

Preso nessa segunda-feira (2), o prefeito de Pocrane, Álvaro de Oliveira Pinto Júnior (PSB), está sendo acusado pelo Ministério Público de contratar empresas com objetivo de desviar dinheiro público. A prisão preventiva foi pedida, pois as investigações demonstraram que o prefeito estaria intimidando testemunhas.

De acordo com o MP, o prefeito Juninho do Álvaro, como é popularmente conhecido, contratou por meio de uma licitação fraudulenta uma empresa para prestar os serviços de transporte escolar e de locação de veículos, caminhões e máquinas, com a intenção de desviar dinheiro público, lesando o erário municipal. O pedido de prisão foi decretado pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

O MP ainda informou que a esposa do prefeito de Pocrane e empresários também estão sendo investigados. Entre os crimes apurados estão: desvio de dinheiro público, fraude em licitação e lavagem de dinheiro.




Durante o cumprimento do mandado, a Polícia Civil encontrou uma arma de fogo, munições e dinheiro em espécie, de procedência não esclarecida, além de um veículo.

A Prefeitura de Pocrane não se manifestou sobre a prisão, pois alegou não ter tido acesso ao processo. A defesa dos investigados também não se pronunciou.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1





Confira também

Miraí confirma a primeira morte por coronavírus

A Prefeitura de Miraí confirmou, na noite desse sábado (30), a primeira morte em decorrência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre