Home / Notícias / Região / Preso suspeito de matar professor de Jiu-Jitsu em Cataguases

Preso suspeito de matar professor de Jiu-Jitsu em Cataguases

Um homem de 43 anos foi preso, na tarde desta terça-feira (3), suspeito de matar professor de Jiu-Jitsu em Cataguases. A prisão aconteceu em Leopoldina e o suspeito estava foragido da justiça.

O homicídio aconteceu no dia 10 de fevereiro deste ano no bairro Sol Nascente. Bruno Claudio Marques Toneli foi assassinado na porta de sua casa. Dois rapazes chegaram à residência da vítima em uma motocicleta prata. Um deles desceu e chamou por Bruno, que antes de chegar ao portão teria visto a arma, uma pistola 380, e voltou para casa, mas foi seguido pelo autor que começou a atirar contra ele e só parou depois que alguém de dentro da casa gritou para ele não fazer aquilo.




Nesta data, militares da 6ª Cia Polícia Militar de Leopoldina depararam com um indivíduo em atitude suspeita na região central da cidade. Ele foi abordado, mas inicialmente forneceu uma identidade falsa. Após nova consulta, foi constatado que se tratava do foragido, suspeito do homicídio ocorrido em Cataguases.

O homem foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Leopoldina e agora está à disposição da Justiça. Ele ainda responderá por falsidade ideológica.

Fonte: Guia Muriaé, com informações de O Vigilante / Marcelo Lopes

Confira também

Homem morre em acidente entre carro e caminhão em Juiz de Fora

Um acidente envolvendo um carro de passeio e um caminhão deixou um morto, na madrugada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *