Home / Notícias / Região / Rio Pomba invade as primeiras casas em Cataguases

Rio Pomba invade as primeiras casas em Cataguases


A Defesa Civil de Cataguases acionou, pouco depois do meio dia deste domingo (11), o Plano de Contingência deflagrando assim os procedimentos de atendimento em áreas atingidas e com potencial de serem afetadas pela elevação do nível do Rio Pomba. O município está em estado de emergência devido ao nível crescente do rio Pomba e ribeirão Meia Pataca. Com 5,65 metros acima do seu nível por volta das 16 horas, o Pomba invadiu as primeiras residências localizadas na Travessa São Vicente de Paula, em frente ao campo do Flamenguinho, por volta das 14 horas.

Os moradores informaram cinco famílias tiveram suas casas inundadas. Um dos moradores retirava uma mesa de dentro de sua casa sozinho em uma canoa. Ele contou ao Site que havia conseguido retirar boa parte dos móveis e que apenas a família permanecia dentro do imóvel aguardando a chegada da Defesa Civil para retirá-la. No momento em que a reportagem deixava o local a Defesa Civil chegou para auxiliar aqueles moradores, até então, os primeiros desalojados pela cheia do Pomba.




Os moradores disseram que a água começou a subir rapidamente e que não deu tempo de retirar tudo de dentro de casa. Uma moradora revelou ter perdido camas, armário de cozinha e uma cômoda. Ao lado dos vizinhos reivindicaram leite para as crianças, material de limpeza, colchonete e vesta básica. Eles aguardam informações sobre o nível do rio vai continuar subindo para decidirem se vão poder dormir em casa esta noite. A Defesa Civil ainda não informou para onde serão levados os desalojados.

A reportagem percorreu toda a extensão do rio Pomba na área urbana de Cataguases no começo da tarde deste domingo e, naquele momento, a água ainda não havia invadido casas nos bairros Leonardo, Ana Carrara e na Vila Minalda. Neste último a água começava a tomar conta de um quintal mas os moradores residem na parte de cima, cerca de 3 metros de altura do nível do rio. O Clube do Remo já está com alguma quadras esportivas submersas. No Bairro São Diniz o problema é o ribeirão Meia Pataca que começa a invadir as casas. No Centro, há informações não confirmadas de que o Meia Pataca estaria quase avançando por cima do piso da ponte próxima a Policlínica.

Fonte: Marcelo Lopes

Confira também

Prefeitura de Guarani abre concurso público com 57 vagas e salários de até R$ 7.478

A Prefeitura de Guarani, na Zona da Mata, divulgou edital de concurso público destinado ao …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *