‘Sabor incomparável’: Doce de Leite Viçosa é reconhecido como interesse cultural de Minas Gerais

Em Reunião Extraordinária na manhã desta quarta-feira (19/5/21), o Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou o Projeto de Lei 632/19, do deputado Coronel Henrique (PSL), que originalmente declarava como patrimônio imaterial de Minas o processo de fabricação do doce de leite produzido no município de Viçosa.

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo n° 2, da Comissão de Cultura, que reconhece como de relevante interesse cultural o processo de fabricação do Doce de Leite de Viçosa. Segundo o parecer, a atribuição de declarar patrimônio cultural é privativa do Executivo, e por esse motivo o substitutivo alterou o texto original.

A qualidade única do produto, reconhecida por dez vezes como o melhor do Brasil no Concurso Nacional de Produtos Lácteos, o transformou em um símbolo da cidade e, gradativamente, de Minas Gerais.

Reconhecimento também a Cataguases

Os parlamentares também votaram favoravelmente ao Projeto de LEi 955/19, do deputado Fernando Pacheco (PV), que confere ao município de Cataguases o título de Capital Estadual da Produção Audiovisual. O projeto foi aprovado com a emenda n° 1, da CCJ, que suprime artigo que conferia atribuições ao Executivo.

Fonte: ALMG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo